Em momentos de crise como a que estamos passando, que nos isola e desafia nossos modelos mentais de comportamento, alguns optam por seguir hábitos de autoaperfeiçoamento:

  • Estabelecer novas metas;
  • Ler livros inspiradores;
  • Trabalhar em projetos importantes;
  • Adaptar sua vida ao novo modelo social;
  • Ignorar distrações e desperdícios.

Porém outros escolhem hábitos autodestrutivos:

  • Fazer o mínimo possível;
  • Entorpecer a criatividade através do entretenimento maçante e de baixa qualidade;
  • Adquirir hábitos nocivos à saúde;
  • Vitimizar-se e culpar os outros por seus fracassos neste novo momento de vida;
  • Acomodar-se ao que “dá para fazer”.

Você pode traçar o sucesso (ou fracasso) na sua vida pelo hábito. O que você faz no seu dia a dia determina, em grande parte, o que irá conseguir na vida.

Procrastinar é adiar sucessivamente aquilo que temos para fazer, e sentirmo-nos, simultaneamente, culpados por estarmos a adiar. É um comportamento prevalente e considerado complexo por envolver componentes cognitivos, emocionais e comportamentais que fornecem ao procrastinador um conforto temporário diante de uma tarefa aversiva.

Uma das maiores razões pelas quais as pessoas procrastinam é porque uma tarefa entra em choque com seus hábitos estabelecidos. Sempre que você tenta realizar algo que não faz parte da sua rotina diária, é preciso esforço e força de vontade para completá-lo – especialmente se a tarefa for desagradável.

Não sabendo que era impossível, ele foi lá e fez.

Jean Cocteau

A solução mais simples para eliminar a procrastinação é não lutar contra ela. Em vez disso, você precisa substituí-la por boas práticas na rotina, que beneficiem a sua vida.

Seguem algumas dicas:

1- Tenha autoconhecimento 
Entenda como você se comporta no dia a dia em relação às suas obrigações. Tente pontuar quais atitudes te levam à procrastinação e encontre maneiras de mudá-las. Ao conseguir atingir esse passo, sua produtividade aumentará consideravelmente.

2- Faça listas
Para se organizar melhor, crie uma lista de tarefas, na qual você determine os horários para cada uma delas. Após a finalização de algum dos tópicos, faça uma marcação que indique que ele foi concluído. Com isso, você pode diminuir o estresse e aumentar a qualidade do trabalho, sentindo-se mais motivado a cumprir outras atividades listadas.

3- Determine seus objetivos
Reforce os motivos pelos quais você foi levado a realizar o trabalho escolhido, para que você se sinta motivado a transformar o projeto em realidade. Analise seus interesses e passe a enxergar a tarefa com uma nova perspectiva, que o deixe cada vez mais envolvido no assunto.

4- Escolha o ambiente de trabalho 
Alguns locais são repletos de distrações e, por isso, não são recomendados para quem pretende realizar atividades produtivamente. Prefira ambientes em que você permaneça sozinho e somente em contato com os materiais necessários para o momento. Sem os obstáculos, a realização acontece naturalmente.

5- Seja realista 
Os objetivos impossíveis, muitas vezes, impulsionam a procrastinação, então é essencial que você estipule metas claras que podem ser alcançadas. Não se esqueça que a realização das tarefas demanda tempo e, frequentemente, não acontece como você planejou. Por isso, seja paciente e determinado, para não se sentir desmotivado durante o processo de produção.

6- Pense positivamente 
Quando a pessoa está procrastinando uma tarefa, é comum que pense sempre nos pontos negativos envolvidos. No entanto, perceba como você negocia consigo mesmo no momento do adiamento e busque sempre recorrer a pensamentos positivos. Dessa forma, você será continuamente encorajado a perseguir suas metas.

7- Agende suas atividades 
Crie uma programação flexível, para que você saiba quais atividades deve realizar durante o dia. Além disso, deixe alguns horários em aberto para que você possa incluir outras extracurriculares, já que tanto o corpo quanto a mente precisam de momentos de descanso.

8- Não crie falsas expectativas 
Quando você fantasia demasiadamente sobre os resultados que busca obter com o trabalho, torna-se mais difícil cumprir os métodos práticos para atingir o objetivo. Ao conseguir superar essa função da mente, você se torna mais produtivo e consegue vencer a procrastinação.

9- Pense nos imprevistos 
Antes de iniciar, selecione quais os possíveis imprevistos que você terá ao longo da execução do projeto. Assim, seu cérebro já estará condicionado a possíveis problemas e saberá como lidar melhor com eles.

10- Crie um sistema de recompensas 
Estabeleça um sistema de recompensas. Determine prêmios para quando você conseguir cumprir as tarefas do dia, assim como pequenas punições para aquelas que você deveria ter feito, mas procrastinou.

11- Aprenda a perdoar seus erros
A procrastinação é um fenômeno diretamente ligado ao psicológico do ser humano e, para ser combatida, as pessoas precisam aprender a perdoar os erros que cometeram (ou cometerão) ao longo do desenvolvimento do projeto. Entenda que algumas atitudes erradas não têm solução, mas você precisa aceitar que aconteceram para melhorar seu desempenho no futuro.

Quando estiver com a vida mais organizada, você terá mais facilidade para criar momentos de ócio, sem culpa. Fazer nada, conscientemente, é até muito bom, pois proporciona um momento para organizar, recarregar e clarear a mente.

Enquanto a procrastinação posterga indefinidamente questões incômodas com desculpas esfarrapadas, o ócio é uma opção consciente de não fazer nada. O ócio não é uma fuga, é um templo de reflexão sem culpa, porque quem o desfruta sabe que há outro momento reservado para resolver as pendências.

Um hábito não pode ser jogado pela janela; tem de ser obrigado a descer a escada, um degrau de cada vez.

Mark Twain

Compartilhe com seus amigos:


Deixe seu comentário: