O vice-presidente da ETALENT, Igor Matos, passou dez dias nos Estados Unidos para encontrar ninguém menos que Warren Buffett, o maior investidor do mundo, e Carlos Brito, CEO da multinacional AB InBev.

Dia 16 de janeiro, 10h da manhã. Jovens de Yale, Stanford e outras faculdades de ponta estão reunidos numa pequena sala na cidade de Omaha para uma sessão de conversa com Warren Buffett. Dentre os participantes, um grupo de brasileiros que foram selecionados a dedo para esse encontro – e Igor foi um deles. De repente, chega à sala o segundo homem mais rico do mundo. Um pouco cansado (afinal, está no auge de seus 84 anos), mas com energia de sobra para responder com profundidade a todas as perguntas e mostrar seu lado descontraído e bem-humorado.

Presente Encontro Brasileiros - EUA

Souvenir dado para os participantes do encontro, representando
Warren Buffett e Charlie Munger, seu parceiro de negócios

Ao longo de quase duas horas, diversos questionamentos foram realizados e Igor separou alguns trechos interessantes que Buffett abordou:

– “Sempre fique perto de pessoas melhores do que você porque elas vão te puxar pra cima”

– “A pessoa com quem você casa é a coisa mais importante da sua vida, porque pode impulsionar o seu melhor ou não”

– “Sempre dê uma segunda chance a pessoas que erram, mas se esforçam para melhorar. Nunca dê chance a pessoas não éticas”

– “Liderança é convencer as pessoas a lhe seguirem”

– “Procure contratar pessoas que não visem o dinheiro, e sim o trabalho”

– “Eu não sou gênio, mas sou bom em certas coisas e foco nelas”

Grupo de brasileiros reunidos durante o encontro

O grupo de brasileiros selecionados para participar do encontro
e Warren Buffett (Igor Matos está ao lado direito dele na foto)

Um final de semana depois, no dia 20 de janeiro, foi a vez do grupo de brasileiros encontrar Carlos Brito, eleito um dos 30 melhores CEOs do mundo pela revista econômica Barron’s. Dessa vez o cenário era Nova Iorque. O homem que comanda uma gigante do ramo de bebidas apareceu de calça jeans e camisa social e fez questão de cumprimentar cada um dos 19 visitantes. Assim como Buffett, não se coloca como um “intocável”, mas quando abriu a boca para falar sobre a empresa mostrou o que tanto o diferencia no ramo dos negócios: amor pelo que faz, energia, foco em pessoas, uma forte cultura organizacional e muito suor. A AB InBev é conhecida por exigir muito dos seus colaboradores, mas o esforço é recompensado à altura para aqueles que tratam o negócio com o sentimento de dono e entregam resultados. As metas são agressivas, mas não impossíveis. Apenas o suficiente para não se tornarem cômodas. A cultura com foco em pessoas e meritocracia é levada a ferro e fogo, o que não gera nenhum mal entendido entre o que se diz e o que se faz. “Para construir uma empresa de alta performance é preciso muita integridade, trabalho e suor”, lembra Brito.

Não é à toa que até 2019 ele receberá a maior bonificação da história dos Estados Unidos, nada menos que R$ 500 milhões. Mas vale ressaltar que dinheiro não é o que move o executivo, que havia voltado da China há poucos dias, estava a algumas horas de ir para a Europa e na outra semana visitaria o Brasil.

Participantes do encontro com Carlos Brito

Igor Matos conta que a oportunidade de conhecer grandes nomes do mundo dos negócios foi única e enriquecedora. “É importante sairmos do nosso dia a dia para conhecer as práticas que são aplicadas mundo afora, pelas maiores empresas. Warren Buffett e Carlos Brito têm modelos de gestão muito diferentes, mas acredito que um grande diferencial dos dois é manter na prática o que falam em seus discursos. Isso é algo muito difícil de encontrar, mas torna a empresa mais transparente e engajadora”, resume.

Compartilhe com seus amigos:


Deixe seu comentário:

Assine nossa newsletter | ETALENT