Você já ouviu falar em clima organizacional? O clima organizacional é a percepção que os colaboradores têm de seu local de trabalho. O clima ilustra a dimensão emocional da vida profissional e é um aspecto fundamental da felicidade no trabalho. Neste artigo, vamos esclarecer as dúvidas mais frequentes sobre clima organizacional e apontar soluções para melhorá-lo.

 

O que é clima organizacional?

Um dos psicólogos pioneiros no estudo das percepções no ambiente de trabalho, James R. Lawrence, em uma pesquisa no Journal of Organizational Behavior, definiu o clima organizacional como “o momento em que colaboradores em um mesmo ambiente concordam em suas percepções sobre o impacto do trabalho. Sua impressão em conjunto vem a ser o que chamamos de clima organizacional.” (tradução nossa)

O clima organizacional mede como os colaboradores leem o ambiente de trabalho, como as interações e decisões afetam o “humor do ambiente” e o quão leve ou pesado o dia trabalhado é. A partir da experiência coletiva é que se molda o clima organizacional, por isso, ele nunca deve ser definido por uma única pessoa, como líder ou gestor.

 

Clima e cultura organizacionais são a mesma coisa?

Embora os termos clima e cultura sejam usados indistintamente, são conceitos diferentes.

O clima organizacional é a percepção coletiva sobre todas as diretrizes e interpretações de trabalho aglomeradas para formar um significado geral de como os colaboradores de uma organização a avaliam na totalidade.

Em contrapartida, a cultura organizacional diz respeito à identidade de uma empresa: seus valores e ética, sua história, inclusão, código de vestimenta, incentivos, regime de trabalho e diversidade, entre outros. De maneira geral, a cultura é identificada como os padrões básicos aprendidos por novos integrantes de uma organização sobre o “modo” como as coisas funcionam em cada ambiente.

Dois dos aspectos mais fortes na cultura organizacional dizem respeito ao estilo de trabalho. Vamos falar rapidamente sobre eles:

Em uma cultura empreendedora, os colaboradores trabalham independentemente, com agilidade e determinação. Os que entregam os melhores resultados em menos tempo são recompensados. Já em uma cultura de colaboração, a equipe ocupa o maior espaço do trabalho. Este ambiente valoriza o sucesso do grupo mais do que o do indivíduo e todos colaboram para a conclusão de tarefas.

Embora o clima e a cultura organizacional sejam distintos, é muito comum que mudanças na cultura provoquem melhorias no clima organizacional. As respostas, porém, precisam sempre partir de uma avaliação do nível de felicidade dos colaboradores, que deve considerar o propósito, a comunicação, as metas e os relacionamentos líder-liderados.

 

Quais as vantagens em saber como está o clima organizacional de uma empresa?

Quando o clima organizacional é saudável, os colaboradores sentem satisfação em seu trabalho. Um bom clima organizacional pressupõe profissionais adequados em cargos adequados, ótima organização e motivação de todos. O clima ideal não só cria, mas mantém as pessoas envolvidas, gera nelas o desejo de melhorar constantemente e respeitar os objetivos atribuídos.

A análise do clima permite detectar quais as características são percebidas positiva e negativamente pelos membros de uma organização, identificando quaisquer pontos críticos em todos os níveis das dinâmicas de trabalho.

A partir disso, deve-se projetar, planejar e executar intervenções apropriadas, seguidas de monitoramento dos resultados obtidos e nova pesquisa de clima.

 

Gestores podem influenciar o clima organizacional?

Um aspecto fundamental para ter um clima organizacional saudável é instruir líderes a incorporarem valores positivos em seus times e que eles mesmos os exerçam como modelo de trabalho.

Um dos pensadores mais famosos de nossa geração, Spencer Johnson, em seu conhecido livro Quem mexeu no meu queijo?, afirmou: “Quando você muda aquilo em que acredita, você muda aquilo que faz.” Uma mudança de mindset ajuda líderes não apenas a demonstrarem novos valores organizacionais, mas também a verdadeiramente ouvir o outro e promover um clima em que colaboradores se sintam vistos, ouvidos e compreendidos.

É essencial que gestores saibam diagnosticar como seus colaboradores veem o clima da organização e quais são os fatores que mais influenciam sua percepção. A partir destes dados, o gestor pode estudar o comportamento de seus colaboradores e auxiliá-los a melhorarem sua produtividade e a qualidade do trabalho, e promover o relacionamento interpessoal de maneira que as pessoas sintam-se plenamente felizes.

Quer saber mais sobre liderança comportamental?

Conheça o Workshop Gestão do Comportamento para Líderes

Recomendamos:
  A relação do ambiente e do comportamento com o bem-estar

 

Quais fatores mais afetam o clima organizacional?

Quando o clima organizacional atinge níveis muito críticos, ele geralmente funciona como gatilho para um alto índice de rotatividade. Em outras palavras, pessoas infelizes no trabalho tendem a deixar o trabalho.

Quando sabemos que reter pessoas é consideravelmente mais rentável do que substituí-las, descobrimos que, em longo prazo, um alto índice de turnover pode levar uma empresa à falência.

Os fatores determinantes para o fluxo do clima sempre variam de empresa para empresa. No entanto, algumas tendências são mais evidentes que outras, elas incluem:

Estes fatores influenciam muito em como os colaboradores percebem a empresa em que trabalham, mas, somente com uma análise especializada, será possível determinar os motivadores do clima em cada empresa.

Hoje, o mercado é tão competitivo para empresas quanto para candidatos. Empresas inteligentes criam atrativos que brilham aos olhos dos candidatos, tornando-se as empresas em que “todos querem trabalhar”.

Quanto mais atraente for um negócio, mais os profissionais bem preparados desejarão trabalhar nele. O objetivo final da empresa será, então, reter seus talentos mais valiosos e nunca deixar o investimento em Capital Humano partir.

Quer saber quanto a rotatividade custa para a sua empresa?

Use a Calculadora de Turnover ETALENT

 

Um clima organizacional ruim interfere na produtividade da empresa?

No livro best-seller Os 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes, Stephen Covey separa um capítulo inteiro para falar sobre a sinergia. A produtividade de uma empresa está diretamente ligada a este conceito: o produto final tem maior valor e efeito quando se considera a soma dos esforços individuais.

Quanto melhor o clima é sentido, mais a qualidade organizacional irá aumentar, pois a otimização e o desenvolvimento individual tornam-se tão grandes que impulsionam os resultados como um todo.

Com a espontaneidade nas percepções positivas sobre o ambiente de trabalho, surge maior eficiência e as metas tornam-se cada vez mais ambiciosas, aumentando a produtividade.

 

A pesquisa de clima organizacional é eficiente?

O clima organizacional pode ser medido muito bem com pesquisas que incluam todos os integrantes de uma empresa. O resultado desta avaliação reflete o estado de satisfação ou insatisfação do Capital Humano em um momento específico e identifica atitudes negativas.

É importante implementar um método estruturado para fazer pesquisas regulares com equipes e estabelecer planos de ação com base nas respostas coletadas. A avaliação do clima organizacional permite identificar as necessidades relacionadas ao desempenho global da empresa.

A pesquisa sempre deve ser feita considerando os componentes e alvos do negócio e, quanto mais imparcial seu desenvolvimento, maiores as chances que ela recolha os resultados mais verdadeiros possíveis. Reforçamos: este questionário deve ser muito bem estruturado e confidencial em sua coleta e análise.

Outro ponto extremamente importante é que a pesquisa deve sempre incluir espaço para quaisquer comentários que os colaboradores desejem sinalizar.

 

É possível ter um clima organizacional com pessoas felizes

Sim, há motivo para comemorar! Com base nos resultados da análise de clima, é possível organizar e planejar ações de melhoria que incluam treinamentos, processos de redefinição organizacional, análise de processos, reestruturação de cargos, revisão dos canais de comunicação interna, intervenções de melhoria logística e coaching.

O programa Mapeamento de Talento e Felicidade no Trabalho é uma maneira estratégica para entender os pensamentos predominantes dos membros das equipes. Esse mapeamento serve como um trampolim para maior transparência, colaboração, alinhamento de talentos e maior potencial para lidar com questões de negócios.

Saiba mais sobre Mapeamento Talento e Felicidade no Trabalho

A ETALENT sempre utilizou do clima organizacional para desenvolver pessoas e ajudá-las a serem mais felizes. Interpretamos a noção de clima avaliando a Ecologia Humana, removendo pessoas de uma trilha que não traz satisfação para uma trilha extremamente satisfatória e que as coloca no caminho da felicidade.

 

Quer saber tudo sobre clima organizacional, produtividade e felicidade no trabalho?

Fale com um Consultor ETALENT

 

 

Compartilhe!