O nome ETALENT evoca dois aspectos aparentemente contrastantes, a princípio, mas definitivamente complementares no mundo e tempo que vivemos.

A Dimensão da e-Tecnologia

A letra e, que antecede expressões comuns, nos tempos atuais (como e-mail ou e-commerce) traz a ideia de eletrônico (correio eletrônico, comércio eletrônico) com a conotação de tecnologia, modernidade, canais instantâneos de comunicação e interação, típicos da era da Internet, das funcionalidades da nuvem, da vida online. De fato, no Sistema Etalent, perfis comportamentais de pessoas e de cargos são criados instantaneamente a partir de respostas a questionários on line; relatórios funcionais de triagem de candidatos, seleção, análise de correlação de perfis e identificação de talentos para a gestão eficiente de pessoas são processados e disponibilizados imediatamente, produto de um sistema informatizado preciso e focado nas necessidades dos usuários.

A Dimensão da Ecologia Humana

Mas, no caso da ETALENT, a inicial e também traz a conotação de Ecologia Humana. A palavra Ecologia deriva do grego oikos (casa) e logos (estudo ou ciência). Assim, Ecologia é a ciência da casa, que estuda as relações dos seres vivos com seu habitat natural (ou seja, sua casa, num sentido mais amplo).

A ETALENT entende que o habitat primário do ser humano é seu próprio corpo, sua natureza essencial com a qual ele se relaciona com o mundo que o cerca. Essa interação pode ser positiva, quando é fonte de energia e impulso para as ações e reações do ser humano frente ao seu contexto ou negativo, quando mina sua energia e capacidade de lidar com o ambiente de forma produtiva. Isso significa que a qualidade do relacionamento do ser humano consigo mesmo afeta diretamente sua relação com o ambiente imediatamente próximo, além dele mesmo. É como se tratássemos da harmonia ou conflito entre dois ambientes – o interno e o externo, em vários níveis. É disso, afinal, que trata a ecologia. Seres são parte do ambiente, seres e ambientes se relacionam, assim como ambientes e ambientes.

Se considerarmos o contexto do mundo profissional onde as pessoas atuam e vivem a maior parte de seu tempo, é fácil entender a importância de tornar esse relacionamento positivo. É assim que surge o conceito de Ecologia Humana, que precisa ser compreendida e preservada, através do aproveitamento dos talentos e competências, compostas de comportamentos, conhecimentos e habilidades aplicadas de acordo com a natureza do indivíduo.

Quando a natureza de um indivíduo está em harmonia com suas atividades, o prazer se instala, a energização flui e o profissional desempenha com crescente qualidade. A pessoa e a atividade vibram na mesma frequência. É quando presenciamos um gênio da música compondo, um cientista investigando, um empresário criando. Testemunhamos exemplos de ecologia humana harmonicamente equilibrada na realização de talentos em que a natureza se mostra plenamente potencializada no exercício de um trabalho. A pessoa faz o que nasceu para fazer. É assim que os profissionais terão Atitudes de Alta Performance, geradoras dos resultados que as organizações exigem. Mas não só isso, gerando também harmonia dos seres e seus habitats naturais que levam a uma efetiva energia nova e criativa.

Por outro lado, se todos nós sabemos o quanto custa o desequilíbrio ecológico nos níveis ambiental e social, vale lembrar que isso ocorre também no nível pessoal, quando a natureza de uma pessoa é agredida. Instala-se a situação inversa à descrita acima. A interação do habitat primário do ser – seu corpo – com o que ele faz é, desta vez, dissonante. O ser e o ambiente roubam a energia, um do outro, a partir da neutralização de forças opostas e conflitantes. É quando o indivíduo – ou sua organização – desconsidera seu perfil comportamental estrutural e coloca-se, ou é colocado, numa atividade que requer características opostas às suas. É o caso da pessoa naturalmente retraída colocada num trabalho de alta exposição pública; ou de uma pessoa expansiva e relacional colocada a trabalhar entre quatro paredes, confinada a planilhas e cálculos. Então, evidencia-se a máxima tantas vezes repetidas nas organizações: “contratam-se pessoas por sua capacitação técnica e demitem-se essas mesmas por suas inadequações comportamentais.” Trata-se de caso típico de agressão ao ambiente “corporal” e corporativo, expressão de um desequilíbrio ecológico evidente na dimensão humana. Esse equilíbrio precisa ser retomado.

A marca ETALENT, então, traz a conjugação desses princípios de modernidade eletrônica e de humanização natural, em que cada ser humano é considerado de forma integral, realizado com plenitude através de seu talento e comportamento. É um exemplo concreto de como a aplicação da tecnologia atua a favor da sustentabilidade, tão premente no mundo de hoje.

Compartilhe com seus amigos:


Deixe seu comentário:

Como encontrar o melhor candidato para sua vaga | Ebook Grátis