Saber como realizar uma boa análise de equipes pode fazer toda a diferença, afinal, são elas que dão vida ao negócio e contribuem para o alcance dos resultados desejados. A questão é: quais ferramentas podem ser utilizadas para isso?

Pensando nessa questão, criamos um guia para você. Hoje, vamos dar algumas dicas para que você realize sua análise de equipes com qualidade e eficiência. Confira!

1. Monitore as métricas de produtividade

As métricas funcionam como um grande termômetro dentro da empresa, indicando o grau de resultados que são alcançados pelos trabalhadores. Por essa razão, é importante definir e monitorar indicadores (ou KPIs) que se relacionem com a produtividade do time.

Entre os principais, é possível destacar:

As métricas ideias podem variar bastante de acordo com cada equipe e suas atividades-chave. Então, primeiro, busque conhecê-las profundamente.

2. Use os 4 tipos de colaboradores de Welch

Essa é uma ótima ferramenta, desenvolvida por Jack Welch, ex-CEO da General Eletric. Ela foi criada para análises individuais dos profissionais, mas também pode ser usada com a equipe em geral. Pela abordagem simples, tem ganhado muita popularidade.

Os 4 tipos de colaboradores de Welch levam em consideração duas principais variáveis:

  1. o alinhamento com os valores da empresa;
  2. a entrega dos resultados esperados.

No final, será possível definir quem merece ser promovido, treinado ou, ainda, desligado.

3. Acompanhe as metas alcançadas

É comum que uma equipe tenha diferentes alvos a serem alcançados, e isso é outro importante aspecto que deve ser considerado. Avalie todas as metas quantitativas atribuídas ao time, depois identifique aquelas que foram (ou não) atingidas.

Se a grande maioria dos membros tem alcançado os resultados demandados, isso é um excelente sinal. Caso contrário, é preciso diagnosticar os pontos fracos que estão impedindo a alta performance da equipe, bem como o alcance das metas inicialmente atribuídas.

4. Aplique a Análise S.W.O.T.

Essa é uma das mais importantes ferramentas da administração, desenvolvida para contribuir na formulação de planos estratégicos. A cada dia tem ganhado mais destaque nas análises pessoais e grupais, como dos times de funcionários. Sua aplicação é muito simples.

Com a Matriz S.W.O.T. em mãos, defina quais são as forças (competências já identificadas) e fraquezas (competências que precisam ser desenvolvidas) da equipe de funcionários. Depois, cruze isso com as oportunidades e ameaças a serem analisadas, dentro ou fora da empresa.

5. Use uma plataforma para análise

A tecnologia também é uma grande aliada. Com uma plataforma de gestão do comportamento, é possível cruzar uma série de informações sobre os integrantes do time e, no final, ter uma análise completa sobre o perfil comportamental de cada um deles.

É factível classificar o comportamento das pessoas a partir de quatro principais fatores:

  • a Dominância;
  • a Influência;
  • a eStabilidade;
  • a Conformidade.

Isso deve ser feito com o auxílio de uma boa plataforma. Assim, é possível ter mais rapidez e exatidão nas informações.

Todas essas dicas são importantes. Aproveite para aplicá-las em sua equipe e descobrir mais sobre cada uma delas. Desse modo, você pode desenvolver uma gestão mais eficaz, alcançar metas desafiadoras e tomar decisões estratégicas.

Gostou do conteúdo? Está pronto para fazer análise de equipes?

Agora, assine nossa newsletter e fique sempre por dentro das nossas novidades. Vamos lá!

Compartilhe com seus amigos:


Deixe seu comentário:

Como encontrar o melhor candidato para sua vaga | Ebook Grátis