Essa semana pude comprovar que aquele famoso ditado que diz “quem tem amigos, tem tudo na vida” é realmente verdadeiro! A partir da lembrança e generosidade de um casal de amigos, eu e minha esposa fomos brindados com ingressos 0800 para curtir o espetáculo Amaluna, do famoso Cirque Du Soleil.

Um convite irrecusável, confesso. Mas fui com a expectativa de enfrentar trânsito, filas intermináveis e um longo espetáculo recheado de pirotecnias.

Ao contrário da minha pessimista expectativa e de sair com a cabeça borbulhando de ideias, passei os últimos dias pensando em o que fazer com as valiosas lições proporcionadas pela trupe circense internacional.

O que significa Amaluna do Cirque Du Soleil?

Antes de compartilhar três das principais lições aprendidas com o Cirque Du Soleil, acho importante contextualizar o que significa o espetáculo Amaluna.

O enredo se passa em “uma ilha misteriosa governada por Deuses. Depois de guiar a cerimônia da chegada à vida adulta de sua filha Miranda, homenageando a feminilidade, a renovação, o renascimento e o equilíbrio, a Rainha Prospera causa uma tempestade. Um grupo de rapazes chega à ilha, desencadeando uma história de amor épica entre a filha de Prospera e um bravo jovem pretendente. Porém, o amor deles será testado”.

Em duas horas de apresentação, fomos agraciados com performances aéreas, teeterboard, barras irregulares, cerceau & waterbowl e diversos tipos de contorcionismo e malabarismo.

Por falar em malabarismo, ele será o nosso guia para refletirmos sobre as 3 principais lições profissionais compartilhadas pelo Amaluna. Vamos a elas!

Lição 1: Concentração

Concentração é fundamental para se realizar um trabalho de qualidade.

Se você tiver a oportunidade de ver vídeos de algumas das performances do espetáculo, é impressionante a maneira como os artistas do Soleil conseguem manter um alto nível de concentração para realizarem com perfeição suas apresentações, mesmo diante de todo o barulho de uma imensa plateia assistindo.

Ou seja, apesar de todas as tentações existentes dentro de um ambiente corporativo, seja o espaço para o cafezinho, o celular pipocando de avisos do WhatsApp ou até aqueles momentos descontraídos com seus colegas de trabalho, procure desenvolver um nível alto de concentração para que seus projetos sejam cumpridos independente do que possa surgir como elemento de desconcentração.

Lição 2: Equilíbrio

A impressão que tive é que altos níveis de concentração estão diretamente ligados a forma como você procura – literalmente – equilibrar sua vida. E aqui incluam-se os fatores físicos e mentais!

Cada performance de Amaluna só atinge sua perfeição, pois o artista sabe a importância de se exercitar exaustivamente para que possa alcançar o equilíbrio físico e mental exigidos para aquele trabalho.

Tem uma apresentação de malabarismo da Deusa Balance, onde ela procura criar um mundo de equilíbrio com o que parecem 13 grandes pedaços de caule de folha de bananeira (ou algo parecido, me perdoe a descrição imprecisa por aqui).

O trabalho respiratório realizado durante o ato é algo fora do comum e parece ser fundamental para garantir o sucesso da performance.

Lição 3: Paciência

Falamos de concentração e equilíbrio até aqui e certamente para que esses dois elementos sejam dominados, surge justamente o terceiro que me pareceu o principal: a paciência. Sem ela, nada disso se tornará possível!

Na própria apresentação da Deusa Balance, a artista Lara Jacobs errou sua primeira tentativa de se criar o equilíbrio com as peças das folhas.

Amaluna | Deusa Balance | Cirque Du Soleil

Inabalável, ela retomou o ato desde o início, exalando a maior paciência do mundo, mesmo diante de uma plateia silenciosa, ansiosa e aflita pelo o que poderia acontecer caso o equilíbrio e (por que não) a concentração não fossem alcançadas.

Mas e o Comportamento nisso tudo?

Pois bem, duas horas depois de vivenciar toda essa jornada, saí completamente impactado pelo que assisti e me determinei a fazer algo com esse sentimento.

Além de escrever esse artigo, fiquei pensando em como isso poderia ter aplicação prática com o meu trabalho aqui na ETALENT.

Conversando com a nossa consultora de relacionamento, Luana Azevedo, recebi uma aula completa sobre as várias características comportamentais presentes no Amaluna. São elas:

  • Trabalhar a concentração pode estar ligado ao mesmo tempo com o foco em resultado (presente no Fator Dominância) e a disciplina (presente no Fator Estabilidade) necessária para se atingir tal objetivo.

  • Atingir o equilíbrio físico e mental vai exigir uma combinação de persistência (Fator Estabilidade), determinação (Fator Dominância) e autoconfiança (Fator Influência).

  • Gostar e assumir riscos estão presentes em Talentos do Fator Dominância. Artistas circenses que praticam malabarismo, por exemplo, precisam assumir riscos em seus atos.

  • Por outro lado, criar uma rotina de treinos para atingir a alta performance aparece no Fator Estabilidade.

  • calcular os riscos é uma característica do Fator Conformidade.

Para fechar, não posso deixar de agradecer sua concentração, equilíbrio e paciência para chegar até o final deste pretensioso artigo 🙂

E espero que tenha gostado do que foi comentado por aqui. E, se algum dia você já teve a oportunidade de presenciar um show do Cirque Du Soleil, compartilhe nos comentários abaixo as lições que você acredita terem sido importantes em sua vida.

Até a próxima!

Compartilhe com seus amigos:

Deixe seu comentário: