Nos dias atuais, o autodesenvolvimento é uma das atitudes mais valorizadas dentro das empresas. Grosso modo, representa o compromisso que o talento assume para aprender e crescer cada vez mais por iniciativa própria.

Para incentivar o autodesenvolvimento – e até atrair profissionais com esse perfil -, o ideal é criar um ambiente propício onde, sem distinção, todos da equipe possam aprender e crescer significativamente. A questão é: como fazer isso, na prática?

Esse é um desafio que deve ser superado. Para tanto, elaboramos um artigo especial para você. Com ele, entenderá como incentivar o autodesenvolvimento da equipe. Boa leitura!

Arquitete um modelo de liderança exemplar

Boa parte da conduta da equipe é reflexo das atitudes da sua liderança. Sendo assim, quando os líderes são comprometidos com o crescimento pessoal e dedicados a “afiar-se” diariamente, os liderados tendem a replicar tal comportamento no expediente.

Se a própria liderança da empresa não tem interesse em crescer por conta própria, como esperar que os subordinados tenham essa atitude? Portanto, comece estimulando o empenho dos líderes, direcionando-os ao autodesenvolvimento.

Gere feedbacks claros e objetivos

Todos os talentos têm “pontos cegos”, isto é, falhas que eles mesmos não enxergam e que são evidentes para outras pessoas. Indicar essas falhas a partir de um feedback bem estruturado é um ótimo incentivo e ponto de partida para o autodesenvolvimento.

Nesse sentido, comece agendando horário e local para uma reunião com cada funcionário. Liste os principais pontos fortes e fracos, os erros e acertos, forneça dicas para o aprimoramento e progresso individual e depois compartilhe tudo no feedback.

Formule um ambiente propício ao crescimento

Como o próprio ambiente tem sido um estímulo ao crescimento dos funcionários? Em média, segundo a Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento (ABTD), as empresas brasileiras oferecem 21 horas de treinamento aos colaboradores, número que pode ser muito menor em alguns segmentos e regiões.

Compartilhe mais palestras in company e dê início a práticas colaborativas, nas quais o conteúdo possa ser criado pelos próprios funcionários. Medidas simples como essas podem influenciar a vontade de aprender, crescer e se superar dos talentos e equipes.

Autodesenvolvimento: estabeleça um plano de carreira

Outra dica é elaborar um plano de carreira indicando para qual direção cada um dos profissionais poderá crescer dentro de determinado período. Além de ser um grande estímulo, ajuda os talentos a identificar e a desenvolver as competências e os comportamentos específicos.

Quando o plano de carreira é implementado, os talentos comprometem-se com o crescimento pessoal e profissional, mesmo que isso signifique fazer cursos fora da empresa, realizar uma graduação ou pós-graduação. Então, é uma grande estratégia.

Com medidas relativamente simples, é possível incentivar o autodesenvolvimento dos profissionais. Não deixe de estimular a liderança pelo exemplo, o feedback e estabelecer um ambiente de trabalho propício ao crescimento.

Os resultados são diversos, como o aprimoramento de habilidades específicas, adaptação às mudanças e aumento da competitividade de toda a empresa.

Agora que você está por dentro do assunto, aproveite para continuar aprendendo conosco. Assine nossa newsletter e receba novos conteúdos sobre gestão, RH e crescimento profissional diretamente em seu e-mail.

Compartilhe com seus amigos:


Deixe seu comentário:

Como encontrar o melhor candidato para sua vaga | Ebook GrátisPowered by Rock Convert