Muitas vezes, com a quantidade de demandas do nosso trabalho, toda a cobrança vinda por parte dos chefes – envolvendo metas a serem batidas, relatórios de resultados, dentre outras tantas tarefas – pode fazer com que pareça difícil manter um autocontrole.

Para que isso aconteça, é necessário que consigamos desenvolver uma inteligência emocional com o objetivo de lidar com problemas e diversas situações inesperadas sem agir com impulsividade: aquele momento que você pratica algo sem pensar nas consequências, que podem muitas vezes ser negativas.

Pensando nisso, no post de hoje, vamos dar algumas dicas de como controlar a impulsividade no ambiente de trabalho. Afinal, ter um bom currículo não significa apenas os diversos cursos e toda a experiência que você possui, mas sim ter boas referências de trabalhos anteriores pelas suas habilidades comportamentais. Vamos lá?

1. Tenha em mente a solução

O que pode fazer você desesperar-se em determinados momentos é focar apenas o lado negativo do problema, sem nem mesmo atentar para as possíveis soluções. Portanto, sempre que estiver diante de algum problema, reflita bastante sobre as maneiras de resolver aquela situação, deixando o lado negativo para trás.

Uma outra dica importante é que você não acumule tarefas demais. Além de perder esse foco que é tão importante, o excesso de atividades pode fazer com que você se estresse com mais facilidade e não aguente a pressão de resolver tudo aquilo que necessita. Saiba quais são os seus limites para que esse tipo de problema não ocorra.

2. Tenha bom senso e fuja de fofocas

É muito fácil identificar aquelas pessoas ou determinados assuntos que não condizem com a nossa personalidade e/ou conduta. Uma dica para que você não caia em conversas improdutivas é ter bom senso e sair da conversa antes que algo aconteça, além de evitar assuntos com aquelas pessoas que você sabe que te tiram do sério.

Para evitar a impulsividade, também é essencial você estar longe das fofocas que vez ou outra se manifestam no ambiente de trabalho. Caso tenha surgido alguma conversa a seu respeito que não seja verdade, procure seu superior e explique toda a situação. Essa é a melhor saída para esse tipo de problema: não discuta e nem provoque quem começou com a fofoca, aja com assertividade.

3. Respire fundo e desenvolva a inteligência emocional

Todas as vezes que alguma situação te tirar do sério, não tente resolver na mesma hora em que estiver nervoso e/ou estressado. Respire fundo, reflita sobre a situação e saiba que qualquer atitude que você tomar pode ser prejudicial para seu crescimento dentro da empresa. Não reaja aos temperamentos explosivos das outras pessoas e nem aos assuntos paralelos que não condizem com a sua visão.

No ambiente de trabalho, estamos sujeitos a todo momento a intrigas e situações chatas. Desenvolva sua inteligência emocional: use os sentimentos a seu favor, com o objetivo de desenvolver seu autocontrole e buscar o autoconhecimento, além de ser uma pessoa bem vista na empresa.

E aí, gostou do conteúdo? Agora que você já sabe quais são os passos essenciais e tem em mente como controlar a impulsividade no ambiente de trabalho, assine nossa newsletter e fique por dentro de todas as nossas dicas e conteúdos!

Compartilhe com seus amigos:

Deixe seu comentário: