Guia Completo Metodologia DISC

O processo de recrutamento e seleção é essencial para encontrar as pessoas com as melhores habilidades para o cargo. Diante disso, além da análise de currículo e da realização de entrevistas, é importante conhecer exemplos de dinâmicas de grupo para que a estratégia traga resultados mais efetivos.

As dinâmicas de grupo são positivas para descontrair os candidatos, aplicar simulações e avaliar o comportamento e as características deles em situações de desafios, trabalhos em equipe etc.

Normalmente as empresas já têm um regulamento sobre como deve ser o processo seletivo. Contudo, ideias inovadoras sempre são bem-vindas, não é mesmo? Pensando nisso, separamos alguns exemplos de dinâmicas de grupo que podem ser interessantes.

Confira as nossas ideias sobre dinâmicas de grupo e prepare-se para encontrar o talento certo em seu próximo recrutamento!

1. Análise comportamental

Esse modelo possibilita uma visão objetiva das pessoas que estão participando do seu processo seletivo. Pode ser feito com a metodologia DISC, que identifica as oportunidades relacionadas ao comportamento de cada candidato.

Ao utilizar a funcionalidade de grupos em um sistema de gestão comportamental, você visualizará o perfil da sua equipe da dinâmica e da vaga com mais facilidade. Dessa forma, conseguirá avaliar quais são as pessoas mais alinhadas com o cargo.

Além disso, ao seguir um Guia de Entrevista por Competências Comportamentais, você terá sugestões de perguntas estruturadas baseadas no comportamento de cada profissional.

A plataforma Etalent Pro, por exemplo, permite que os profissionais de RH criem grupos de dinâmica para uma melhor avaliação após a entrevista por competência.

Ebook Gratuito Dinâmicas de Grupo

2. Mural temático

Divida a turma em trios e entregue uma cartolina com tesoura, materiais de pintura, revistas e jornais. Peça para que os grupos montem um mural explicativo sobre um assunto que receberam (meio ambiente, política, viagens, ecologia, adoção etc.). Eles terão 10 minutos para discutir e confeccionar o mural. Depois, cada trio apresenta o trabalho e debate com as demais equipes.

O objetivo dessa técnica de quebra-gelo é fazer com que os participantes discutam sobre assuntos gerais em tempo recorde. Além disso, permite analisar as habilidades de relacionamento em equipe, a criatividade, a experiência com prazos e de que maneira eles fazem com que diferentes pontos de vista sejam reunidos em um único trabalho.

3. Minha identidade

Essa atividade consiste na produção de um crachá que será utilizado durante todo o encontro. Para tanto, separe canetas, papéis e fitas e entregue aos participantes para que confeccionem o item em cerca de 1 minuto.

O objetivo desse exemplo de dinâmica de grupo não é identificar o crachá que ficou mais bonito, mas verificar como os participantes lidam com os desafios, pressão, organização e criatividade.

4. Conselheiros e aconselhados

Nessa proposta os candidatos devem ser separados em dois grupos: conselheiros e aconselhados. Em seguida, precisam interagir em duplas seguindo informações específicas.

Cada conselheiro receberá um papel contendo um perfil de abordagem — autoritário, prestativo, sugestivo, dócil e harmonioso. Já no caso dos aconselhados, as fichas apresentarão um tópico sobre o qual o participante precisaria de ajuda.

As duplas de conselheiros e aconselhados deverão encenar o pedido e o conselho na frente dos demais. Após a atividade, o grupo pode discutir sobre as vantagens e as desvantagens dos diversos tipos de abordagem.

Esse é um dos exemplos de dinâmica de grupo que busca trabalhar com a adversidade e a inovação, além de possibilitar que o recrutador verifique como os participantes lidam com situações de conflito para traçar um perfil sobre as características deles.

5. Hora da história

Monte grupos de quatro pessoas e providencie uma folha com palavras aleatórias e uma folha em branco para cada pessoa. A ideia é que os participantes elaborem uma história que contenha todas as palavras aleatórias, na ordem que elas foram colocadas, em cinco minutos.

Em seguida, cada grupo apresenta a história para a turma. Essa é uma ação de integração positiva para a seleção de pessoas porque ajuda a identificar habilidades como trabalho em equipe, foco, características criativas e raciocínio lógico.

6. Troca de segredos

Esse exemplo de dinâmica de grupo consiste em pedir para que cada pessoa escreva um segredo em um pedaço de papel. Depois, os papéis devem ser dobrados de forma parecida e colocados em um recipiente. Na sequência, cada participante deve pegar um deles, ler o segredo em voz alta e dar uma opinião sobre a situação.

Também é possível indicar soluções, se for o caso. A atividade é positiva para observar se os participantes conseguem exercer a empatia ou não, além de indicar traços de confiança.

7. Dinâmica de entrosamento

Essa é uma alternativa para quebrar o gelo, ou seja, para descontrair o grupo. Por isso, deve ser feita no início do encontro. Ela pode ser aplicada em processos seletivos ou com equipes de diferentes departamentos que não se conhecem, por exemplo.

A realização é simples: cada profissional se apresenta, fala sobre a sua trajetória e conta uma curiosidade sobre a própria vida. Além disso, quem estiver organizando a dinâmica pode incluir novas perguntas ou incentivar que outros candidatos façam isso.

Uma variação dessa dinâmica é feita com uma bola e exige que o grupo permaneça organizado em círculo. Quem estiver com a bola faz uma pergunta e joga o brinquedo para outro participante, que deverá responder a questão, e assim por diante. A atividade ajuda a estimular a conversa e deixa o clima agradável.

8. Ilha deserta

O exercício tem uma característica mais lúdica que deixa o ambiente descontraído. Entretanto, o objetivo é verificar a criatividade, como os participantes se comportam com o trabalho em equipe e de que maneira lidam com os desafios.

A dinâmica consiste em contar uma história sobre viajantes que ficaram presos em uma ilha deserta, com poucos itens na bagagem. A partir disso, é preciso incentivar o grupo a pensar em estratégias para sair dessa situação. Se o número de candidatos for alto, divida-os em grupos de quatro ou cinco pessoas.

9. Dinâmica do desafio

Providencie uma caixa neutra e uma música animada. Em seguida, peça para os participantes fazerem um círculo e passarem a caixa de mão em mão. Explique que a caixa contém um grande desafio que deverá ser realizado por quem estiver com ela quando a música for interrompida.

Ao parar a música, você pode perguntar se a pessoa deseja realizar o desafio (sem saber do que se trata) ou passar para o próximo. A missão encontrada na caixa não precisa ser complexa.

Ela pode guardar alguns bombons e a orientação para comer o chocolate, por exemplo. Outra opção é apresentar um pedido para solucionar alguma situação comum no ambiente corporativo.

A ideia principal é observar o comportamento dos indivíduos e como eles lidam com a possibilidade de um desafio (se ficam ansiosos ou tranquilos, por exemplo).

As atividades acima podem ser significativas para a seleção da equipe. Ao conhecer alguns exemplos de dinâmicas de grupo e aplicar as técnicas mais adequadas, será possível identificar as características e as principais dificuldades de cada candidato, avaliando qual deles está apto para a vaga.

Além de realizar um bom processo seletivo, é importante acompanhar o desempenho e a evolução dos profissionais.

Confira o nosso próximo post para saber mais sobre assessment e como a ferramenta contribui para a avaliação do potencial da equipe.

Compartilhe com seus amigos:


Deixe seu comentário: