Tornar a empresa em uma das melhores para se trabalhar é um dos grandes desafios na vida dos gestores de recursos humanos. Para tornar esse cenário em realidade, o Professo Randes ressalta a importância da gestão da espiritualidade corporativa, no livro publicado recentemente, “Empresa Espiritualmente Dirigida“.

Capa do Livro "Empresa Espiritualmente Dirigida"

Nesta entrevista, ele explica melhor a ideia da espiritualidade corporativa e como esse assunto deve ser trabalhado no dia a dia das empresas. Boa leitura!

BLOG ETALENT :: O livro é resultado de sua pesquisa de mestrado na UFF/RJ e traz uma excelente provocação ao propor tornar uma organização como 1 das 10 melhores para se trabalhar. Pensando nisso, atualmente quais são os principais indicadores para apontar uma empresa como uma das melhores para se trabalhar no Brasil?

PROFESSOR RANDES :: A pesquisa quantitativa foi realizada pelo PROGEP (Programa de Gestão de Pessoas) – FIA/USP, que elege as “150 Melhores Empresas para se Trabalhar” e o resultado é divulgado anualmente na Revista VOCÊ S.A.

Baseado nas informações extraídas pelo IQAT (Índice de Qualidade de Vida no Ambiente de Trabalho), que representa 70% do peso para a classificação, identifiquei as variáveis que fazem os funcionários votarem para posicionar a empresa entre as 10 Melhores.

Assim, dentre as 65 variáveis, as 3 mais votadas que posicionam a empresa no ranking entre as 10 são:

  1. Sentir-me satisfeito e motivado com o trabalho que faço na empresa;
  2. Perceber que estou aprendendo cada vez mais e que tenho oportunidade de crescer;
  3. Concordar com os objetivos da empresa e ter orgulho de trabalhar nela.

BLOG ETALENT :: Falando sobre a ideia da espiritualidade corporativa, como um Gestor de Recursos Humanos pode e deve aplicar este conceito em dia a dia de trabalho?

PROFESSOR RANDES :: O Gestor de RH poderá promover uma cultura organizacional espiritualizada, focado nas seguintes atitudes e suas principais ações:

EMOÇÕES POSITIVAS
O conforto proporcionado pelo ambiente de trabalho – academia, shiatzu, nutricionistas, entre outros.

ENGAJAMENTO
Comprometimento do funcionário na organização.

RELACIONAMENTOS POSITIVOS
Desenvolvimento do trabalho em equipe onde a liderança se torna o pilar responsável por manter a atmosfera equilibrada unida aos gestores de recursos humanos.

PROPÓSITO
Cultivar os valores da organização associados associados aos valores do indivíduo.

REALIZAÇÃO
As pessoas trilham o caminho do sucesso e da vitória pela compensação de atingir seus objetivos.

BLOG ETALENT :: Pela sua experiência de mercado, Professor Randes, você poderia nos apontar alguns exemplos reais de empresas espiritualmente dirigidas no Brasil, atualmente?

PROFESSOR RANDES :: Recentemente realizei um treinamento na sede da Gazin, em Douradina-PR, e pude vivenciar uma empresa espiritualmente dirigida, onde externaliza os Fatores Críticos de Sucesso para tal prática, ou seja:

  • Identidade;
  • Liderança;
  • Satisfação e Motivação; e
  • Aprendizado e Desenvolvimento.

Outras empresas que tiveram destaque no ranking em 2015/2016 foram: BRASAL REFRIGERANTES; GRUPO BOTICÁRIO; TIGRE; NETSHOES; SODEXO; PFIZER e CATERPILLAR. Para ver o ranking completo, acesse aqui o relatório.

BLOG ETALENT :: No posfácio do livro, o presidente da ETALENT, Jorge Matos, destaca que o livro é oportunidade e necessário por tocar em questões cada vez mais importantes no mundo corporativo de hoje e por se alinhar ao conceito de ecologia humana, tão destacado pela empresa nos últimos anos. De que maneira a gestão e a educação do comportamento podem ajudar as empresas a se tornarem espiritualmente dirigidas?

PROFESSOR RANDES :: Excelente apontamento, pois a ecologia humana está intimamente relacionada a empresa orgânica, ou seja, uma empresa viva constituída por pessoas sendo o principal valor intangível da organização a qual possibilita a vantagem competitiva por meio da imitabilidade. E nesta onda a organização deve estar voltada para as 7 variáveis de gestão. São elas:

  1. Comunicação aberta;
  2. Socializar para unir;
  3. Composta pela aceitação mútua;
  4. Concentra-se em premiar a excelência dos outros;
  5. Autêntico: mesmo comportamento em todas as circunstâncias;
  6. Criar um sentimento de unidade através de um ambiente “familiar”;
  7. Crescimento pessoal e coletivo.

Assim, gostaria de concluir que a espiritualidade não pode estar separada do trabalho, onde muitas vezes ela é até ignorada, mas jamais pode ser removida. Dessa forma, é possível realizar uma empresa espiritualizada por meio da qualidade de vida no ambiente de trabalho obtendo maior produtividade e economicamente sustentável desde que seja fundamentada no indivíduo.

Compartilhe com seus amigos:


Deixe seu comentário:

Como encontrar o melhor candidato para sua vaga | Ebook Grátis
Ebook Gratuito Dinâmicas de Grupo