A gestão de mudanças deve constantemente acontecer nas empresas. Afinal, é por meio delas que é possível implementar uma nova tecnologia, alterar os processos, modificar algo errado em um setor e prevenir possíveis problemas. Mas, as mudanças costumam ser vistas de uma maneira negativa por parte dos colaboradores.

Isto porque, na maioria dos casos, eles estão em sua zona de conforto e qualquer alteração em sua rotina é vista como uma ameaça. Contudo, eles precisam compreender que a gestão de mudanças é fundamental para as adaptações das equipes e também dos departamentos.

Então, se você possui dificuldades ou não sabe como utilizar a gestão de mudanças em sua equipe, para adaptá-la às movimentações dentro da empresa, fique tranquilo! Saiba agora mesmo como utilizar este processo em sua organização!

Faça o mapeamento dos procedimentos da empresa

O primeiro passo é ter conhecimento de todos os processos da empresa. Então, você deve se questionar: esta mudança será positiva?

Esta etapa é primordial, pois, para que a gestão de mudança obtenha sucesso, é preciso ter como base todos os procedimentos da empresa, incluindo:

  • missão, visão, valores e crenças;
  • cultura organizacional;
  • hierarquia;
  • fluxo de processos;
  • matriz SWOT (forças, fraquezas, ameaça e oportunidades).

Somente tendo um diagnóstico geral é possível analisar em quais setores a mudança terá influência. Assim, se for necessário, você pode elaborar um plano de prevenção de conflitos.

Tenha objetivos claros

Depois de concluir o diagnóstico da empresa é necessário pensar nos objetivos da mudança. Nesta etapa, nada melhor do que envolver alguns colaboradores. Isto porque quem faz o planejamento estratégico, não é a mesma pessoa que está lidando diariamente com os problemas.

Por isto, ouvir a opinião do público interno é fundamental para alinhar as expectativas sobre o novo projeto com as partes interessadas.

Encontre o momento certo de aplicar a gestão de mudanças

O momento ideal para aplicar a gestão de mudanças deve ser planejado com cautela. Não somente isto, mas de que forma acontecerá também precisa ser pensada. É necessário analisar quais são os fatores internos e externos que implicarão nas mudanças.

Por exemplo, se você ainda não testou um novo software, você não poderá utilizá-lo para pagamento no sistema de Recursos Humanos exatamente no dia do pagamento dos funcionários, você concorda? É preciso realizar essa mudança em um período menos conturbado para se certificar de que não acontecerão erros.

Faça o planejamento de todo o processo

Não basta pendurar um cartaz no mural de comunicação interna divulgando as mudanças. Principalmente para os setores que mais serão influenciados pelas mudanças, torna-se necessário que se realize uma reunião com a equipe.

Por isso, é importante planejar a maneira pela qual as informações serão dadas aos colaboradores. Em uma reunião presencial com eles, apresente:

  • as dificuldades da empresa;
  • as oportunidades;
  • os motivos de terem escolhido a mudança;
  • de que maneira ela vai acontecer;
  • o que vai mudar nos setores.

Além disso, deixe um momento para perguntas. Assim, os colaboradores terão liberdade de questionar algo que não tenham entendido.

Também é muito importante acompanhar o processo de transição e prestar feedback constantemente, para que eles se sintam bem situados. Todas as mudanças precisam ser acompanhadas por meio da avaliação de desempenho de sua empresa.

As mudanças são importantes para qualquer tipo de negócio prosperar. Contudo, a gestão de mudanças precisa ser planejada com cautela para evitar tumultos por parte do público interno. Mas, se planejado com estratégia, é possível promover mudanças positivas para garantir o progresso da organização.

Ao ler esse post, você aprendeu como implementar um sistema de gestão de mudanças em sua empresa. Então assine a nossa newsletter e receba nossos conteúdos exclusivos!

 

Compartilhe com seus amigos:


Deixe seu comentário:

Como encontrar o melhor candidato para sua vaga | Ebook Grátis