A definição de sucesso profissional mudou muito ao longo das gerações:

Babyboomers

Geração Baby Boomers

Escolher uma carreira era uma decisão para o resto da vida e o que as pessoas almejavam era conseguir um emprego estável e crescer, de preferência na mesma empresa, de acordo com a experiência que adquiriam. Trabalhavam muito para conseguir aproveitar a vida na aposentadoria.

Geração X

Geração X

Buscavam crescer rapidamente e por isso estavam sempre abertos a propostas melhores. A meritocracia prevaleceu sobre a experiência de trabalho. Misturavam vida pessoal e profissional.

Millennials

Geração Millennials

É mais importante curtir a trajetória do que chegar ao destino final. Querem oportunidades que combinem paixão com trabalho. Projetos a longo prazo não estimulam. Não basta ter um trabalho, tem que ter um propósito. A mobilidade mistura a vida pessoal e profissional.

Ou seja, cada vez mais a questão do prazer no trabalho foi se revelando e o conceito de sucesso se tornou totalmente diferente. Hoje, ser bem-sucedido não é ser milionário, morar numa mansão, fazer parte da diretoria de uma grande empresa. Ser bem-sucedido é acordar na segunda-feira e se sentir bem de começar a semana fazendo as suas atividades; é gostar de ir para o trabalho; é perceber que o seu Talento contribui para o desenvolvimento de organizações e pessoas.

Ao mesmo tempo, uma pesquisa publicada recentemente pela revista Você S.A. revelou que mais de 70% das pessoas estão infelizes no trabalho. Isso mostra uma dificuldade de encontrarem aquilo que elas buscam, justamente porque muitas vezes não sabem aonde querem chegar.

O segredo para se sentir realizado começa no autoconhecimento. Para você ser feliz, precisa entender quais são as coisas que lhe fazem bem. E é aí que a gente deixa uma reflexão:

Você sabe o que faz você feliz?

Compartilhe com seus amigos:


Deixe seu comentário:

Como encontrar o melhor candidato para sua vaga | Ebook Grátis