Enfim chegou a festa popular mais esperada do ano no Brasil. Nesta época, milhares de foliões são contagiados pelo espírito da liberdade e se movem incansavelmente atrás de blocos, bailes, bandas e desfiles de Carnaval.

Também nesta época você lê artigos que te dão dicas de alimentação, hidratação, proteção e mapa da folia. Até hoje ninguém nunca te disse como funciona o comportamento de quem brinca o carnaval. Até hoje.

Vamos entrar no ritmo da festa e brincar um pouco com os principais fatores comportamentais DISC e como eles reagem ao carnaval:

ALTO D

DISC: Alta Dominância

Esse é um folião clássico. Não está preocupado com o sol escaldante, as bolhas nos pés, a falta de estrutura ou mesmo a bebida quente. Ele quer se divertir e vai cumprir o seu objetivo à risca, mesmo que isso lhe custe um bronzeado à mais, dores musculares e alguns cartões de crédito estourados.

ALTO I

DISC: Alta Influência

Comunicação é o seu forte. Fará dezenas de amigos de infância em 4 dias, vai conversar com todos os estrangeiros ao alcance de seus olhos ( mesmo que ele não fale uma palavra no idioma deles) e conseguirá um acordo com o dono da barraquinha pra pagar a consumação só depois que o bloco passar. O que pesa contra ele é que ele pode tentar conversar durante o refrão da música mais esperada do seu show mais esperado.

ALTO S

DISC: Alta Estabilidade

Esses são os extremos do carnaval. No início, vão reunir toda a turma em casa, fazer café da manhã coletivo, customizar fantasias e vão zelar para que todos andem juntos pelos 4 dias. Com o passar dos dias e com os rumos diversos que as festas (e as pessoas) tomam, eles possuem uma tendência a aceitar mal essas mudanças e a encerrarem mais cedo a sua programação, juntando-se agora a tribo do ar condicionado/guloseimas/seriados, que parece ter com ele uma relação mais estável e duradoura.

ALTO C

DISC: Alta Conformidade

Este ser pode adorar a folia, porém em grandes concentrações de pessoas ele será visto somente em cima dos trios, na direção de harmonia de uma escola de samba ou no staff de um baile/bloco. Ele ama processos, prazos e as coisas no seu devido lugar. Foge à sua natureza não poder se alimentar em horários determinados, programar seu roteiro adequadamente ou mesmo improvisar um pós-baile.

Não custa nada lembrar que esta avaliação não tem a menor pretensão de ser taxativa com relação aos indivíduos em um momento privado em que estão completamente despidos de vaidades, verdades, formações e conteúdos.

A diversão é livre (seja nas ruas ou assistindo séries) e desejamos a você um excelente carnaval!

 

Victor Azevedo

Por Victor Azevedo
Coordenador de Vendas Internas na ETALENT. Tecnólogo em Processos Gerenciais e Marketing pela Unicarioca/Anhanguera.

Compartilhe com seus amigos:


Deixe seu comentário:

Como encontrar o melhor candidato para sua vaga | Ebook Grátis