Liderar pessoas é um desafio. Se somarmos a isso a obrigação de considerar o perfil comportamental de cada talento, o trabalho torna-se mais árduo. No entanto, você também poderá agir com maior precisão. Ao entender que existem profissionais com diferentes perfis sua gestão terá resultados progressivos. Hoje, vamos falar sobre o perfil estrategista.

Você entenderá o que motiva esse tipo de profissional e como liderá-lo com qualidade. Continue lendo!

O que é o perfil estrategista?

A metodologia DISC relaciona 4 fatores (Dominância, Influência, Estabilidade e Conformidade) para definir o perfil comportamental de uma pessoa. O perfil estrategista é um dos resultados no fator Dominância e indica o talento capaz de identificar as melhores rotas a serem seguidas. Este, geralmente, conta com uma visão sistêmica.

O profissional estrategista é hábil em organizar o caos e criar um passo a passo até os objetivos desejados. Ele consegue se antecipar às oportunidades e ameaças, bem como criar planos para se beneficiar e evitar surpresas negativas.

Quais as dificuldades com o estrategista?

Como em todos os outros perfis, existem desvantagens que devem ser consideradas pelo superior imediato ou no momento da contratação. O talento de perfil estrategista é dominante e, por vezes, pode ser desconfiado – o que até mitiga o senso de equipe.

O estrategista gosta de um ambiente no qual tenha liberdade para atuar e pôr em prática suas ideias. Portanto, não é o mais indicado para cargos operacionais ou culturas burocráticas (onde não há muitas rotas de crescimento).

Como potencializar as habilidades do estrategista?

Uma pequena parte das pessoas tem perfil estrategista. Cargos como gerente de expansão, P&D e novos negócios parecem atender bem às suas necessidades. A dúvida é: como desenvolver esse tipo de profissional e potencializar suas habilidades? Veja!

Ofereça problemas complexos

Como explicado, o profissional de perfil estratégico é ótimo em criar ordem em meio ao caos. Por essa razão, novos problemas podem ajudá-lo a crescer e entregar grandes resultados à empresa. Se tem dúvida sobre novas campanhas ou rotas para o futuro do negócio, talvez seja uma boa saída envolver o estrategista.

Recompense pelos resultados

Para quase todos, uma boa recompensa é um estímulo, mas para o estrategista o efeito motivador pode falar ainda mais alto. Portanto, reconheça e recompense esse talento de acordo com seus resultados. Não deixe que suas boas ações passem despercebidas. Faça reconhecimentos públicos e aumente o seu prestígio diante do time de trabalho.

Disponibilize liberdade de atuação

Perder o estrategista em um ambiente burocrático, cheio de regras e padrões, não é a melhor escolha. Na verdade, o mais indicado é lhe oferecer liberdade para agir e conquistar os objetivos previamente definidos. Logo, o microgerenciamento também não é uma boa estratégia. Antes, ofereça liberdade para agir e entregar resultados.

Ao aplicar essas dicas estará contribuindo para aumentar as habilidades do talento com perfil estrategista. Portanto, ofereça problemas complexos que podem ser solucionados, reconheça-o pelos resultados e disponibilize liberdade para atuação.

E aí, conhece alguém com perfil estrategista? Aproveite para compartilhar nosso artigo em suas redes sociais e manter seus amigos por dentro do assunto.

Compartilhe com seus amigos:


Deixe seu comentário:

Como encontrar o melhor candidato para sua vaga | Ebook GrátisPowered by Rock Convert