Guia Completo Metodologia DISC

Soft skills são competências comportamentais que você precisa ter para ser bem-sucedido no local de trabalho. Normalmente, elas estão relacionadas à capacidade de interagir com outros profissionais.

São habilidades de difícil mensuração, ao contrário das hard skills, chamadas competências técnicas, mais fáceis de definir e de medir.

O mercado de trabalho já percebeu as vantagens estratégicas obtidas ao se contar com pessoas com algumas soft skills desenvolvidas. Estas competências sociais e comportamentais são as mais procuradas atualmente pela maioria das empresas.

“Os investimentos mais significativos que podem ser realizados pelas organizações públicas ou privadas e pelos próprios profissionais dizem respeito a melhorar o capital humano, que vem acompanhado pelo aumento da demanda por habilidades sócio-comportamentais. O crescente papel da tecnologia na vida e nos negócios significa que todos os tipos de trabalhos, incluindo os de baixa qualificação, exigem conhecimentos cognitivos mais avançados. Trabalhos que dependem da interação interpessoal não serão prontamente substituídos por máquinas. No entanto, para ter sucesso nesses trabalhos, habilidades sócio-comportamentais, adquiridas nos primeiros anos e moldadas durante a vida, devem ser fortes.”
Banco Mundial, 2018

A importância de desenvolver as competências comportamentais

Quando se trabalha em equipe, é importante entender que estamos falando de perfis diferentes, backgrounds diversos, modos de trabalhar distintos, além de uma grande variedade de processos de trabalho. 

“A inteligência interpessoal consiste na capacidade de compreender os demais, quais são as coisas que mais os motivam, como trabalham e a melhor forma de cooperar com eles.”
Daniel Goleman

Neste cenário, várias soft skills como empatia, paciência, uma boa comunicação, liderança e persuasão são importantes para evitar e gerenciar conflitos, promover o engajamento, garantir a unidade no time e entender como lidar com as particularidades de cada indivíduo. Por mais que muito disso seja natural da própria pessoa, é possível aprender e desenvolver cada uma dessas capacidades.

“Educar a mente sem educar o coração não é educação em absoluto.”
Aristóteles

Os desafios para o futuro

Saber utilizar o potencial criativo de um funcionário corretamente pode gerar transformações positivas, maior produtividade e, consequentemente, lucro. A capacidade de enxergar os problemas com base em diferentes perspectivas e reconhecer suas distintas oportunidades são alguns dos principais diferenciais de um colaborador emocionalmente inteligente.

Segundo um relatório do Fórum Econômico Mundial, até 2020 pelo menos 10 soft skills serão essenciais para você se destacar no mercado de trabalho. São elas:

1 – pensamento crítico;
2 – criatividade;
3 – coordenação;
4 – negociação;
5 – inteligência emocional;
6 – resolução de problemas complexos;
7 – tomada de decisões;
8 – flexibilidade cognitiva;
9 – orientação para servir;
10 – gestão de pessoas.

O grande desafio para o futuro será formar líderes com uma visão inovadora, que entendam e valorizem em si e nos demais, a importância das competências emocionais e se proponham trabalhá-las em suas equipes, a fim de alcançarem o sucesso.

“A maior habilidade de um líder é identificar aptidões e desenvolver competências extraordinárias em pessoas comuns.”
Abraham Lincoln

Compartilhe com seus amigos:


Deixe seu comentário: