Você tem o dom de se expressar, socializar com as pessoas, estimular todos ao redor e expor suas ideias com paixão? Se a sua resposta foi sim para a maioria das perguntas, é bem provável que você possua o perfil comportamental comunicador.

Segundo dados da Pesquisa Talento Brasileiro, realizada pela ETALENT, o talento comunicador representa 3,98% da população, ocupando o nono lugar dentre 36 perfis possíveis.

Para ajudar as pessoas com o perfil comunicador a utilizarem suas características comportamentais a seu favor, o consultor master da ETALENT, Sidney Frattini, deixou algumas orientações. Veja!

5 dicas sobre o perfil comportamental comunicador

Tenha em mente que nem sempre você vai convencer os outros

Procure avaliar os aspectos racionais das opiniões diferentes das suas. Você crescerá na qualidade de suas colocações e argumentos. Acostume-se a ceder, em algumas discussões, quando os pontos de discordância não forem críticos.

Lembre-se de que seu perfil comportamental pode impactar o comportamento de outras pessoas, bem como a produtividade diária da equipe na empresa.

Busque equilibrar a disciplina com a necessidade de se relacionar

Indivíduos com o talento comunicador gostam de estar em contato com pessoas, falar, criar relacionamentos… Mas às vezes, isso pode trazer dificuldades com tarefas que exigem atenção, pois esses profissionais costumam ser mais distraídos.

Por isso, treine sua capacidade de concentração e utilize dispositivos que possam ajudar. Quem sabe um fone de ouvido com música adequada? Ou, então, praticar meditação em suas horas de descanso? Essas atitudes ajudam a melhorar muito o foco.

Dê limite ao entusiasmo

Quando o entusiasmo é exagerado, pode roubar a atenção de todos ao redor, chegando, inclusive, a atrapalhar o foco no ambiente de trabalho. Logo, procure utilizar um estilo um pouco mais formal quando falar sobre seus projetos para superiores ou pares.

Nesse momento, o menos é mais. Assim, reserve locais e tempos específicos para essas discussões, em vez de fazê-las em público a qualquer momento.

Não deixe de planejar o futuro

Os comunicadores, geralmente, são focados no hoje, no Carpe Diem, o que não é defeito algum. Mas é importante fazer planos por escrito para o futuro, que considerem diferentes cenários, com dados quantitativos.

Desse modo, você pode começar a praticar fazendo planos de metas para os próximos seis meses. Assim, é mais fácil manter o foco e realizar as ações necessárias.

Tenha paciência

Parar para realizar análises talvez não seja o forte de pessoas com esse perfil, porque elas buscam por resultados rapidamente. Tal aspecto pode dificultar até em ouvir os problemas e as soluções dos demais indivíduos, visando a entender as necessidades dos outros.

Portanto, o comunicador deve prestar bastante atenção ao que as demais pessoas dizem antes de cortá-las com suas palavras. Faça isso no próximo diálogo com seus colegas, mesmo em ocasiões informais.

Conheça mais sobre os perfis comportamentais

Nos anos 20, William Moulton Marston, PhD em Psicologia pela Universidade de Harvard, iniciou um estudo sobre as emoções e os comportamentos de indivíduos que posteriormente seria publicado e ficaria conhecido como Metodologia DISC.

Desde então, a Metodologia DISC foi sendo aprimorada até se tornar a ferramenta de análise comportamental mais utilizada no mundo. Nela, os estilos comportamentais de profissionais são determinados por 4 fatores principais:

Dominância

Profissionais que apresentam alto índice de Dominância no perfil são fortemente orientados para resultados e se motivam por desafios. Portanto, são muito competitivos, assertivos e se sentem bem em assumir posições de comando e poder.

Influência

Esse fator demonstra a capacidade de comunicação e de criar relacionamentos de uma pessoa. Colaboradores com alto índice de Influência tendem a ser muito populares no ambiente de trabalho e conseguem inspirar outras pessoas com facilidade.

Estabilidade

Como o nome diz, são indivíduos mais constantes, pacientes, persistentes e que lidam melhor com rotinas. A análise desse fator permite avaliar o ritmo de trabalho e o modo como o profissional lida com mudanças.

Conformidade

Um alto índice de Conformidade indica um profissional com aversão a riscos. São pessoas sistemáticas, perfeccionistas e que atuam conforme regras predefinidas.

Por que o RH deve conhecer bem os diferentes perfis?

Todas as pessoas têm características desses perfis. Assim, entendê-las e saber quais se destacam em cada um de seus colaboradores ajudará na inovação da gestão de pessoas e permitirá levar o departamento de recursos humanos de sua empresa para o RH 4.0.

Isso porque, no RH 4.0, é possível realizar a análise do perfil comportamental de seus funcionários por meio de um software de inteligência artificial. A plataforma identifica as características mais relevantes, como habilidades, qualidades, dificuldades e outros indicadores, demonstrando se os profissionais são aptos para as vagas ou para receberem uma promoção.

Logo, torna-se mais fácil tomar decisões corretas na contratação ou na alocação de talentos humanos, visando maior produtividade e satisfação dos empregados – e, consequentemente, crescimento do negócio.

Veja como se tornar um líder com perfil comportamental comunicador

Geralmente, o perfil comunicador é vaidoso e gosta de ter seu trabalho reconhecido, como também é comunicativo e interage bem com a equipe. Quando surge alguma crítica a seu respeito, tende a se vitimizar e, dependendo da situação, chega a ignorar o problema.

Assim, destaca-se em funções que necessitem de relacionamento com outras pessoas para atingir bons resultados. Inclusive, tem como pontos relevantes a empatia, a persuasão, o domínio de diversos assuntos, foco no presente e entusiasmo. Além disso, tende a ser uma pessoa calorosa e carinhosa. Porém, seu maior desafio é no cumprimento de prazos; por isso, a empresa deve reforçar esta postura dele.

Quer se tornar um líder comunicador? Primeiramente, é preciso ter autoconhecimento para saber seus pontos fortes e fracos, ser interativo, motivador, saber gerenciar pessoas para criar um clima de amizade e construir relacionamentos.

Resumindo, siga as 5 dicas quanto ao perfil comportamental comunicador para não se exceder dentro do seu trabalho e entenda mais quanto aos outros perfis para conseguir se tornar um líder comunicador.

Por isso, sugerimos que leia sobre o papel do líder perante o comportamento da sua equipe.

Compartilhe com seus amigos:


Deixe seu comentário: