Muitos indivíduos capacitados em suas áreas específicas estão perdendo chances no mercado de trabalho por desconsiderarem um elemento fundamental na análise dos gestores: o comportamento. Por isso, além de investir em conhecimentos técnicos, é essencial que os profissionais se dediquem ao autoconhecimento para o sucesso profissional.

Muitas vagas se mantém em aberto à espera do colaborador ideal, e vários candidatos não entendem o motivo de não conquistarem uma posição, mesmo com suas inúmeras qualificações. No entanto, essas pessoas não compreendem que podem estar dotadas de crenças limitantes que as impedem de apresentar o seu melhor.

Logo, trabalhar o autoconhecimento é uma ação sábia e estratégica para garantir acensão na carreira. Você deve estar se perguntado: como posso me conhecer melhor? É isso o que vamos responder nesse post. Confira dicas valiosas para desbravar seu mundo interno.

Pratique a meditação e reflita diariamente

Cada corporação demanda de um perfil específico, e cada vaga precisa de um profissional diferente. Ao longo da história de ETALENT, por exemplo, vivenciamos episódios em que o profissional com talento nem sempre encontrava o sucesso. Isso acontece porque mesmo os indivíduos conhecedores e habilidosos em suas áreas de atuação podem apresentar uma postura inadequada ao cargo.

Para que esse desafio não se repita, uma dica interessante é que os profissionais passem a refletir diariamente sobre seus comportamentos a fim de reconhecer seus pontos fortes e seus pontos de melhoria e trabalhar para uma evolução contínua.

Outra ação interessante é incorporar a prática da meditação ao dia a dia. A meditação é um exercício que visa levar o indivíduo a observar o fluxo e a origem de seus pensamentos. Logo, será possível compreender quais são as situações que geram sentimentos e reações negativas e, com isso, adotar uma nova visão sobre esses momentos, a fim de melhorar a resposta em relação ao estímulo.

Trabalhe para eliminar crenças limitantes

Para gerar bons resultados, é preciso que o gestor atue de modo a criar um ambiente empresarial de acordo com a natureza dos profissionais e suas preferências de trabalho. Já os candidatos precisam conhecer seu perfil e avaliar se ele combina com o procurado pelo recrutador.

Por isso, outra maneira de desenvolver o autoconhecimento é trabalhar para eliminar as crenças limitantes. Cada perfil reage de modo diferente a inúmeras situações, e essas características precisam ser levadas em conta pelo indivíduo que busca a vaga para não gerar frustração.

Ou seja, conhecer suas preferências, o ambiente ao qual se encaixa e o que procura é fundamental para eliminar crenças limitantes. Tais como a de que nenhuma corporação ficará interessada em suas especialidades, ou de que você é tímido demais para o ramo que escolheu, por exemplo.

Muitas vezes, o que acontece é a candidatura para uma companhia que não partilha dos mesmos valores e objetivos que você. Nesse caso, se não for escolhido, é importante que você reconheça que a questão não é pessoal, e sim estratégica. É preciso ser realista e ir atrás das oportunidades ideais para o seu modo de atuação.

Sucesso profissional: Reconheça suas qualidades

A insegurança é um dos principais sintomas apresentados pelos indivíduos que não trabalham seu autoconhecimento. Isso se explica pelo fato de que, quando uma pessoa não se conhece, acaba aceitando as opiniões e sugestões das outras pessoas. Dessa forma, uma crítica acaba se tornando a verdade absoluta, e o profissional deixa de reconhecer suas qualidades.

Por isso, busque reconhecer seus pontos positivos. Se possível, elabore uma lista de 10 coisas que você gosta em si mesmo, por exemplo. É muito provável que você se surpreenda com a quantidade de características positivas existentes em seus comportamentos.

Saber de suas qualidades também é importante para a tomada de decisões. Por exemplo, imagine que você costumava atuar em um cargo inadequado e sem estímulo para melhorar. Isso ia contra a sua natureza e acabou gerando frustração. Será que é uma boa ideia aceitar uma proposta de trabalho similar a essa experiência? Talvez seja melhor encontrar algo que esteja de acordo com o que você deseja para si e, acima de tudo, com quem você é como pessoa e como profissional.

Desenvolva o exercício de feedback

Para desenvolver o autoconhecimento, é muito relevante fazer o exercício do feedback. Em várias consultorias feitas pela ETALENT, encontramos profissionais que ocupavam vagas incompatíveis com seu perfil comportamental. A maioria dos casos ocorre porque o indivíduo nunca refletiu sobre as próprias tendências.

Nesse caso desenvolver o exercício do feedback pode ser muito útil. Com essa ferramenta, o colaborador pode informar ao gestor sobre seus objetivos, sua dinâmica de trabalho, as coisas que gosta e que não gosta no ambiente de trabalho.

Em contrapartida, o gestor pode informar o que está positivo ou negativo no comportamento do profissional e oferecer dicas de melhoria ou até mesmo remanejar o indivíduo para um setor com o qual se identifica mais.

A prática do feedback também pode ser realizada com amigos, famílias e outras pessoas de seu meio social. Dessa forma, você pode identificar como as pessoas te enxergam e qual é a sua posição sobre isso.

Procure um profissional especializado

Mais uma dica valiosa para o autoconhecimento é procurar um profissional especializado. Entenda melhor seu perfil comportamental com auxílio da ferramenta DISC ETALENT.

Ela foi desenvolvida em 2001 com base nos estudos de Marston e é uma ferramenta integralmente brasileira e on-line, capaz de avaliar com precisão e margem de erro inferior a 0,001%, como são distribuídos os quatro fatores comportamentais em cada uma das pessoas.

DISC é utilizado para definir quatro fatores comportamentais – Dominância, Influência, Estabilidade e Conformidade – identificados pelo americano William Moulton Marston, Ph.D em psicologia pela Universidade de Harvard.  A aplicação do DISC ETALENT ajuda a conhecer o talento de cada indivíduo, fator essencial para mudar o cenário do mercado brasileiro.

Como vimos, é preciso dar o devido valor ao autoconhecimento para transformar o potencial das pessoas em atitudes de alta performance e, dessa forma, ampliar os resultados empresariais e a satisfação pessoal dos profissionais. Não se esqueça de buscar auxílio de metodologias especializadas para otimizar esse processo.

E aí, gostou do nosso post? Aproveite para ler também o guia profissional e pessoal para a jornada do autoconhecimento.

Compartilhe com seus amigos:


Deixe seu comentário:

Como encontrar o melhor candidato para sua vaga | Ebook Grátis