Guia Completo Metodologia DISC

Se você tem como objetivos garantir que o índice de turnover da empresa seja menor e desenvolver talentos internos, investir em treinamento e capacitação dos colaboradores é, sem dúvidas, essencial.

Mesmo que esses termos pareçam similares, há sim uma diferença importante entre eles. Por isso, antes de tudo, é bom entender exatamente os conceitos.

A capacitação é o ato de preparar alguém para desenvolver atividades com mais autonomia, criando uma competência e ensinando habilidades para uma nova função.

Já o treinamento consiste em potencializar um conhecimento que já existe, aperfeiçoando habilidades e comportamentos dentro de determinada função ou cargo que já era exercido.

Com a diferença clara entre treinamento e capacitação, fica mais tranquilo determinar o que exatamente o profissional precisa. Quer conferir alguns bons exemplos dessas práticas? Acompanhe o texto!

Desenvolvimento de liderança

Toda empresa precisa de uma liderança que consiga direcionar a equipe. Hoje, quanto mais próximo dos colaboradores a organização for, melhor para os negócios. É válido lembrar que, em tempos nos quais a tecnologia impera, é fundamental reforçar laços e conexões corporativas.

Para isso, o desenvolvimento da liderança está entre as prioridades dentro do quadro de treinamento e capacitação de qualquer empreendimento.

Investimento em relacionamento interpessoal

Você sabe que o ambiente de trabalho é um local onde há muita interação, troca de experiências, contato quase diário etc.

Com isso, o relacionamento interpessoal precisa ser estabelecido de um jeito harmonioso e que traga equilíbrio para que todos os profissionais trabalhem bem e em sintonia.

Investir nesse tipo de ideia é realmente importante. Além disso, ajuda demais qualquer tipo de treinamento e capacitação que você tenha em mente para a empresa.

Treinamentos online

Alguns fatores, sem dúvidas, podem atrapalhar os treinamentos dos colaboradores. Entre eles, podemos citar o dia a dia corrido, os projetos que demandam muito foco e atenção, a falta de tempo, entre outros afazeres dentro da empresa.

Que tal, então, usar o que a tecnologia tem de melhor e oferecer treinamentos online para os profissionais?

Esse tipo de iniciativa é ótima para melhorar habilidades. Nesse cenário, o colaborador poderá realizar o treinamento quando se sentir mais à vontade, em um período escolhido para isso.

Assim, nem a empresa e nem o profissional precisam criar aquela sensação de obrigação, mas sim de estímulo ao aprendizado.

Treinamento e capacitação: programas de mentoria

Outras atividades que dão muito certo são os programas de mentoria. Com eles, os profissionais que precisam aprender e desenvolver novas habilidades, comportamentos e conhecimentos e exercitar funções podem fazer tudo isso em um ambiente seguro, com a ajuda e o acompanhamento de alguém mais experiente.

Vale a pena apostar nesse ponto, ainda mais dentro dos objetivos de treinamento e capacitação.

Agora que você já conseguiu entender melhor as diferenças entre treinamento e capacitação, é bom contar com uma plataforma como a ETALENT. Sabe por quê?

Nela, o gestor pode contar com a facilidade de ter informações para identificar a necessidade de treinamento e capacitação dos colaboradores, tudo de um jeito inteligente, moderno e organizado. O que você acha?

Gostou e ficou interessado? Então, entre em contato conosco e conheça as nossas soluções.

Compartilhe com seus amigos:


Deixe seu comentário: