Saber como montar um processo seletivo eficiente é um dos grandes desafios do setor de recursos humanos das empresas. Isso porque, a cada dia, o mercado se torna mais dinâmico e faz com que as organizações tenham que se adequar às novas tendências e tecnologias para estar à frente da concorrência.

No processo de gestão de pessoas, isso não é diferente: é sempre necessário buscar alternativas para encontrar o melhor talento e não errar na contratação de um funcionário que não é apto para o cargo. Contratar o talento ideal reduz os custos da empresa e melhora o desempenho de toda a equipe.

Quer aprender como montar um processo seletivo eficiente? Confira as nossas dicas!

Divulgue a vaga com todas as informações necessárias

Um dos grandes erros dos processos seletivos das empresas é não divulgar as informações de forma clara e completas sobre as vagas. Você pode observar isso quando busca por vagas de emprego na sua região: muito provavelmente, vai encontrar diversos anúncios com informações incompletas, pessoas questionando e ninguém respondendo.

Se a sua empresa não permite divulgar o salário, não tem problema. Essa informação pode ser trabalhada posteriormente. Porém, alguns dados são indispensáveis, tais como:

  • nome e descrição completa do cargo;
  • formação do candidato;
  • perfil buscado pela empresa;
  • quais são as tarefas e as atribuições;
  • competências e comportamentos necessários.

Um dos aspectos mais importantes na hora de divulgar a vaga é ter a certeza de que todas as atribuições do cargo estão descritas. Você precisa detalhar exatamente o que o profissional precisará fazer na sua rotina. Isso evita ruídos na comunicação e foca nas pessoas realmente interessadas em suprir as necessidades da empresa.

Essa metodologia alinha tudo o que a organização precisa do funcionário e ajuda a pessoa a identificar se ela é (ou não) apta para aquelas atividades.

Além disso, é muito importante divulgar as vagas em todas as redes sociais da sua empresa (principalmente se tiver LinkedIn) e no site. Assim, todas as pessoas ficam sabendo da vaga com facilidade.

Trace o perfil do candidato ideal

Junto com o gerente do setor que o novo funcionário vai trabalhar, é importante traçar o perfil do candidato ideal, baseado na realidade da empresa e do setor.

Considere a descrição do cargo, as habilidades, os conhecimentos, os comportamentos e como será a rotina do funcionário. Além disso, é necessário pensar em um perfil que vá de acordo com a cultura da empresa.

Por exemplo: uma empresa muito conservadora certamente exige um perfil de funcionário mais formal. Contudo, tenha cuidado para que essa descrição não seja vista como ofensa e discriminação.

O processo de recrutamento e seleção fica muito mais focado na realidade do negócio quando há um planejamento estratégico por trás dele, facilitando na hora da triagem de currículos e evitando perder tempo com pessoas que não têm a personalidade e o comportamentos desejados.

Use a tecnologia durante o processo

Vivemos na era digital, por isso, se a sua empresa ainda não usa a tecnologia para otimizar o tempo da equipe, certamente está sendo passada para trás pela concorrência.

Invista em um software de gestão de pessoas que possibilite fazer uma seleção de currículos de maneira automática, facilitando o trabalho do gestor de recursos humanos.

Atualmente, as plataformas permitem traçar o perfil do candidato ideal e buscar no seu banco de currículos o funcionário certo para determinado cargo. Assim, você preenche o cargo em aberto com apenas alguns cliques. Fácil, não é mesmo?

Além disso, esses softwares de gestão de pessoas ajudam em muitos outros setores, como comunicação interna, banco de dados, indicadores, gestão de treinamentos e processos de melhoria nos departamentos.

Analise questões além do currículo

Depois de realizar a primeira seleção dos currículos, procure conhecer melhor o candidato utilizando as mídias sociais: procure identificar o seu temperamento, comportamento, sonhos, anseios e postura nas plataformas de relacionamento.

O LinkedIn é maravilhoso para quem deseja conhecer o perfil profissional de um candidato, possibilitando analisar as suas recomendações, a sua rede de networking e algumas informações sobre as suas habilidades comportamentais.

Caso ele não tenha LinkedIn, procure nas demais mídias sociais: Facebook, Instagram e Twitter.

Encontre funcionários dispostos

Antes de agendar uma reunião presencial, envie um questionário por e-mail com perguntas relacionadas ao cargo. Sabe por que isso é importante? A resposta é muito simples: algumas pessoas não respondem por preguiça!

Você precisa conhecer o funcionário pessoalmente antes de contratá-lo. Nessa reunião, identifique se ele tem disponibilidade e vontade de interagir com as pessoas: analise se ele cumprimentou as pessoas na recepção e qual foi a sua cordialidade ao chegar na empresa.

Nesse primeiro instante, você já percebe se ele é tímido, comunicativo, se é respeitoso com os colegas e também se ele terá possíveis problemas de interação com a equipe.

Aplique testes

Os testes são fundamentais para conhecer o perfil comportamental e psicológico dos candidatos. Tanto a elaboração das perguntas quanto a análise de resultados deve ser feita por um profissional da área. Você pode aplicar:

Além disso, voltamos para a questão da tecnologia: você pode utilizá-la aqui novamente, investindo em uma plataforma que facilite esse mapeamento. Assim, torna o processo de recrutamento e seleção mais dinâmico, rápido e eficaz.

Lembre-se de que, independentemente dos métodos escolhidos para montar um processo seletivo, é preciso criar maneiras de identificar se o candidato tem o perfil adequado para atender à cultura da empresa.

Contratar o funcionário ideal para determinada vaga é uma tarefa essencial no mundo corporativo. Para não errar na escolha, é preciso saber como montar um processo seletivo eficiente, como é o caso de divulgar a vaga com todas as informações necessárias, traçar o perfil do candidato ideal, utilizar a tecnologia a seu favor, analisar questões que vão além do currículo, encontrar funcionários dispostos e também aplicar testes.

Com este post, você conferiu detalhadamente como montar um processo seletivo eficiente para a sua empresa. Você gostou do nosso conteúdo? Então, aproveite para assinar a nossa newsletter para receber outros artigos exclusivos por e-mail!

Compartilhe com seus amigos:


Deixe seu comentário:

Assine nossa newsletter | ETALENT