Guia Completo Metodologia DISC

A psicologia aborda a pessoa de personalidade forte como um indivíduo muito resistente, que se mantém firme diante das adversidades. Essas pessoas podem ser extrovertidas ou introvertidas, independentes e, em alguns momentos, até encaradas como rudes.

A vantagem de tê-las dentro das organizações é que, geralmente, são líderes natos, encontram a solução para os problemas e não se intimidam com muito trabalho ou pressões. Mas, em muitos casos, lidar com elas pode ser um grande desafio, devido ao seu temperamento.

Você tem alguém de personalidade forte em sua equipe e precisa de dicas para lidar com esse perfil? Então, continue a leitura e confira algumas estratégias que podem ajudar você nessa missão.

O que é uma personalidade forte?

Antes de mais nada, é importante entender o que é uma personalidade forte, já que o assunto pode vir acompanhado de um certo preconceito.

A personalidade determina o modo como cada um se ajusta ao ambiente em que vive. Ela é definida a partir da união de fatores físicos, fisiológicos, morais e psíquicos. Por isso, cada indivíduo apresenta determinada personalidade.

A personalidade forte é caracterizada pelos extremos, ou seja, a pessoa pode ser muito extrovertida, muito disciplinada, muito impaciente, facilmente irritável etc.

Muitas vezes, pessoas com esse perfil são vistas como insensíveis, arrogantes e mal-humoradas, o que faz com que vários indivíduos se afastem em vez de tentar conhecê-las melhor.

Contudo, ao ultrapassar essa camada inicial, será possível conviver com pessoas que sabem se relacionar, embora sejam mais reservadas, além de serem objetivas e práticas. Outras características são resiliência, foco e persistência.

Como a personalidade forte interfere na vida profissional

É necessário distinguir profissionais com personalidade forte, que saibam expor as suas ideias e pontos de vista com tolerância e respeito, daqueles que apresentam um temperamento difícil.

Funcionários e, especialmente, gestores com um temperamento difícil, normalmente, apresentam problemas de relacionamento e criam um ambiente de trabalho negativo. O que pode resultar em desmotivação e estresse na equipe. Por isso, é importante avaliar a situação e buscar formas de contorná-la.

Por outro lado, profissionais com personalidade forte podem ser significativos para a empresa. Contudo, será preciso respeitar e lidar com esse comportamento. No ambiente corporativo esse perfil pode trazer vantagens como:

  • objetividade: profissionais com personalidade forte evitam conversas triviais e vão direto ao ponto, o que é positivo para otimizar as tarefas e manter o foco naquilo que realmente importa;
  • confiança: mesmo que apresente inseguranças, o indivíduo as transforma em oportunidades;
  • interesse por desafios: as pessoas com esse tipo de personalidade são motivadas por desafios, gostam de resolver problemas e comandar equipes.

Em relação aos pontos negativos, colaboradores com esse perfil podem ser um pouco intolerantes, com dificuldade para ouvir desculpas. O relacionamento com outros funcionários também pode ser complicado, já que essas pessoas são mais reservadas.

Como lidar com pessoa de personalidade forte?

A primeira dica é conhecer as principais características da personalidade forte, dessa forma, você terá mais facilidade para lidar com profissionais que apresentam esse perfil. Ao ter empatia e adotar algumas estratégias, será possível manter uma convivência harmônica na equipe e obter resultados positivos para a empresa.

Veja algumas dicas abaixo:

Evite confrontos

Uma pessoa de personalidade forte tem o anseio de ser dominante em todas as situações. Portanto, é preciso saber lidar com esse perfil, a fim de evitar confrontos por qualquer motivo.

Primeiramente, ouça o que ela tem a dizer e, a partir disso, procure entender e conquistar a sua confiança. Depois que você mostrar empatia, as coisas se tornarão muito mais fáceis.

Além disso, o indivíduo com personalidade forte não suporta quem fica se lamentando por algo que poderia ter feito e não fez, assim como não gosta quando as pessoas emitem opiniões de algo que não sabem. Sendo assim, se você precisa de um ombro para desabafar ou jogar conversa fora, o melhor é evitar pessoas com essa característica.

Procure entender a situação da perspectiva do outro

Não podemos afirmar que existem verdades absolutas em todas as situações. Por isso, crer que o seu ponto de vista é correto e o do outro está errado é uma atitude errônea para lidar com indivíduos de personalidade forte.

Isso porque eles têm a certeza de que estão certos. Por isso, o primeiro passo é tentar compreender a situação vista com os olhos dessas pessoas e buscar insights para provar que, em momentos específicos, será preciso rever alguns conceitos.

A grande vantagem de ter esse tipo de perfil em sua equipe é: quando há confirmação de um erro, quem tem personalidade forte faz de tudo para solucionar o problema imediatamente, sem se intimidar com isso.

Não leve as coisas para o lado pessoal

Existem muitos casos de líderes que se estressaram com funcionários de personalidade forte e vice-versa. É claro que desavenças costumam acontecer com qualquer tipo de pessoa. No entanto, parece que lidar com esse perfil específico torna as coisas mais intensas.

Sendo assim, nada de levar as coisas para o lado pessoal, certo? É preciso trabalhar o momento isoladamente. Além disso, é fundamental demonstrar respeito ao modo de agir e pensar do outro, bem como solicitar reciprocidade.

Aprenda a dar feedbacks

Pessoas de personalidade forte costumam ser muito competentes e autossuficientes, e acreditam que têm autonomia para dizer o que está certo e errado.

Isso não quer dizer que profissionais com esse perfil não precisem de acompanhamento ou avaliações. O processo é positivo para o desenvolvimento da equipe e a evolução da empresa. Entretanto, é importante aprender a dar feedbacks para que o funcionário não se sinta diminuído, desmotivado ou mesmo irritado.

A dica é sempre fazer isso com muito respeito. Ao iniciar a conversa, elogie as conquistas, valorize as qualidades e utilize as palavras corretas para apontar o erro.

Ajude a pessoa a controlar o temperamento

Esse tipo de perfil não costuma “levar desaforo para a casa”. E no ambiente organizacional, isso pode gerar uma grande dor de cabeça.

Então, se algum funcionário ou gestor apresenta esse comportamento, é preciso encontrar uma maneira de ajudá-lo a controlar isso, incentivando-o a pensar antes de falar e a respeitar a todos, mesmo que não concorde ou tenha pensamentos arbitrários.

Utilize a inteligência emocional a seu favor

A importância da inteligência emocional é fundamental em todos os setores da nossa existência, tanto para nossa sobrevivência como para nos adaptarmos em vários aspectos pessoais e profissionais.

O setor de Recursos Humanos possui metodologias que permitem analisar o perfil e características de profissionais cuja personalidade e potencialidades são para cargos que demandam traços de liderança, a fim de enriquecer o planejamento estratégico da empresa.

Todas as pessoas possuem características únicas, podendo ser traços fortes de personalidade ou não. Um dos grandes propósitos na gestão de pessoas é atingir o equilíbrio no ambiente empresarial.

Isso é possível quando o RH ajuda colaboradores a se sentirem reconhecidos e motivados, para que possam ter um melhor desempenho individual.

Pessoas emocionalmente equilibradas são mais racionais e conseguem tomar decisões de maneira mais cuidadosa, analisando com frieza certas situações e momentos que são necessários no ambiente organizacional.

Essa relação é vantajosa, pois a inteligência emocional tende a criar um clima de mais satisfação entre a empresa e seus profissionais.

Entenda qual é a melhor comunicação a ser adotada

Lidar com pessoas nunca foi algo fácil. Empatia é a palavra chave e muito comentada nos dias atuais, e está relacionada com procurar compreender e colocar-se no lugar do outro.

Em qualquer trabalho e relação é importante fazer uso de estratégias de comunicação e as empresas precisam estar cientes das práticas mais adequadas.

Portanto, é fundamental saber relacionar-se com as pessoas sejam elas de personalidades fortes ou não. O importante é encontrar os meios para comunicar-se de forma objetiva, clara e com respeito.

O objetivo de uma boa comunicação é o engajamento, produtividade e satisfação de todos os diferentes profissionais, em cada área e nível de hierarquia.

Não absorva as coisas

Pessoas que têm o perfil e tendência de absorver tudo para si, seja de bom ou ruim, correm um grande risco de se desviar do seu foco, não mantendo a atenção naquilo que realmente importa.

Desse modo, não só se distanciam de seu objetivo pessoal e profissional, como podem adoecer em função do seu nível de estresse, que aumenta sem precedentes. É imprescindível saber filtrar todas as informações.

O setor de gestão de pessoas vai poder orientar esse colaborador a conquistar a auto realização pessoal e profissional, orientando com práticas que vão contribuir para que ele possa perceber o quão nocivo é esse comportamento. Podendo também orientá-lo a buscar um profissional mais especializado como o coaching.

Aprenda a compreender as situações

Aprender é um processo que dura a vida toda. Já compreender é visto como um procedimento cognitivo, onde é necessária a interpretação de determinada coisa para que possa ser, em outro momento, absorvida.

Às vezes a falta de interesse no assunto de outras pessoas que estão no seu convívio pode ser um ato apático e até rude. Por isso, tome cuidado com o tratamento que dá para as pessoas em volta.

Aprenda a compreender qualquer situação. Precisamos nos conectar com a outra pessoa, entender suas necessidades, seus medos, sonhos, anseios e metas. As organizações estão preocupadas em disseminar aprendizado contínuo ao seu capital mais valioso, por meio tanto aprendizados técnicos, como também dos comportamentais e emocionais.

Como você viu, uma pessoa de personalidade forte traz benefícios para a organização, mas também pode gerar problemas em situações de conflito, devendo ser desenvolvida constantemente. Todavia, elas não podem ser encaradas como perfis negativos. Cada caso deve ser tratado de forma isolada. Para isso, é essencial ter empatia, evitar julgamentos e se comunicar da maneira correta.

Gostou de saber mais sobre pessoa de personalidade forte? Então, aproveite a visita ao nosso blog e leia o artigo “Como administrar conflitos na equipe com 5 dicas de ouro.”

Compartilhe com seus amigos:


Deixe seu comentário: