Guia Completo Metodologia DISC

Os métodos de avaliação de desempenho ajudam gestores e profissionais de RH a entenderem a performance dos colaboradores e a obterem o melhor deles, por isso, são tão utilizados no dia a dia de muitas organizações.

A estratégia é significativa, pois permite analisar as competências técnicas e comportamentais dos funcionários para identificar quais aspectos eles precisam aprimorar – o que garante mais produtividade e qualificação para a equipe e, consequentemente, tem impacto nos resultados do negócio.

Há alguns métodos de avaliação de desempenho que podem ser aplicados na empresa. Neste post, vamos falar sobre os principais e como eles funcionam. Quer se aprofundar no assunto? Então, continue a leitura!

1. Avaliação de desempenho com autoavaliação

Nesse modelo, o profissional deve analisar o próprio desempenho para identificar pontos positivos e negativos e oportunidades de melhoria.

A autoavaliação pode ser aplicada em diferentes situações, tanto na carreira quanto na vida pessoal. No meio corporativo, ela pode ser dividida em duas fases: na primeira, o funcionário analisa o próprio desempenho, depois, ele e o gestor conversam sobre os aspectos levantados.

2. Avaliação 90 graus

Nessa avaliação, o supervisor direto analisa a atuação do colaborador, indicando as suas impressões sobre competências técnicas, comportamentais, qualidades do trabalho, metas atingidas etc.

Esse é um dos métodos de avaliação de desempenho mais tradicionais. Entretanto, para alcançar um resultado efetivo, é necessário dar atenção aos indicadores utilizados.

Critérios pessoais ou problemas de relacionamento com o funcionário não podem interferir no julgamento do gestor. Sendo assim, é fundamental que o processo seja feito de forma honesta e com indicadores claros.

3. Avaliação 180 graus

Nesse método, o funcionário é avaliado por seu gestor direto e também pode realizar uma autoavaliação para a comparação dos dados. Isso pode ser feito com o uso de questionários ou entrevistas.

A avaliação deve ser feita com base em critérios preestabelecidos, como metas alcançadas, qualidade do trabalho, relacionamento com a equipe, flexibilidade, pontualidade, entre outros.

Uma vantagem desse modelo é que, quando bem aplicado, ele estimula o diálogo entre o gestor e o colaborador. Dessa forma, eles têm a chance de expor as suas opiniões, ideias e dúvidas, o que ajuda a criar proximidade e confiança entre eles.

4. Avaliação 360 Graus

Esse é um dos métodos de avaliação de desempenho mais completos, por isso, tornou-se bastante comum em grandes empresas.

A estratégia tem a participação de diversos profissionais e cada funcionário será avaliado por seus superiores, subordinados e colegas de equipe, porém, o processo é feito de forma anônima.

O método se torna vantajoso, pois toda a equipe tem a chance de analisar os pontos fortes e fracos e melhorar a performance. Entretanto, é preciso um certo nível de maturidade dos profissionais para receberem as críticas.

A avaliação 360 graus é feita a partir de questionários, e o resultado deve ser apresentado de forma confidencial para o avaliado. O profissional de RH deve explicar os critérios utilizados e os comportamentos que precisam ser aprimorados.

Os métodos de avaliação de desempenho contribuem para a formação de equipes mais qualificadas e eficientes, o que gera resultados positivos para a empresa. Por isso, é essencial que a área de RH adote estratégias para a avaliação da equipe.

Você realiza avaliações de desempenho na empresa? Conte a sua experiência nos comentários.

Compartilhe com seus amigos:


Deixe seu comentário: