Guia Completo Metodologia DISC

Neste artigo, você irá aprender tudo sobre a Dominância  fator comportamental com destaque em 9% da população segundo a pesquisa Talento Brasileiro.

A Metodologia DISC é uma das ciências comportamentais mais utilizadas no mundo. Representada por quatro fatores — Dominância, Influência, eStabilidade e Conformidade — ela é a base de diversos processos que englobam desde o Autoconhecimento até a Gestão de Talentos nas organizações.

Neste artigo, você irá desvendar tudo sobre a Dominância — fator comportamental típico de pessoas com muita iniciativa, objetividade e gosto por altos riscos (e grandes recompensas).

Dominância: fator DISC

O que você irá aprender neste artigo

  • O que o fator Dominância representa na Metodologia DISC
  • As características comportamentais de uma pessoa Dominante
  • O que motiva os Dominantes
  • Dicas de uma boa comunicação com este perfil
  • Personalidades que apresentam uma alta Dominância
  • Cargos mais adequados aos Dominantes

Dominância: o fator dos assertivos

Você deve conhecer alguém — seja no trabalho ou fora dele — que deseja tudo pra ontem, vive correndo contra o tempo e não é de muita conversa quando se trata de assuntos pessoais…

É bem provável que essa pessoa seja muito enérgica, buscando alcançar objetivos maiores ao longo da carreira.

Tal padrão de comportamento é comum aos indivíduos de perfil Dominante, representados pela cor vermelha e letra D na Metodologia DISC.

Esse fator é associado a pessoas independentes, motivadas pela obtenção do sucesso e que geralmente conseguem fazer as coisas a seu modo.

Quanto maior a sua intensidade no perfil comportamental da pessoa, mais forte é a presença dessas características.

As características da Dominância

Ao identificar uma pessoa cujo perfil comportamental apresenta alto nível de Dominância, certas características se destacam — principalmente se esta pessoa estiver em situação confortável ou, do lado oposto, passando por um cenário de pressão constante.

Separei algumas delas abaixo:

  • Visionária – enxerga o futuro
  • Ambiciosa – busca vencer sempre
  • Gosta de desafios – quebra limites externos de tempo/espaço
  • Perspicaz – antenada com as oportunidades
  • Foca nos resultados – não admite falhar
  • Auto referenciada – rápida nas decisões
  • Assume o poder – dita as ordens na primeira oportunidade

Rapidez de decisão, agilidade, iniciativa, competitividade e objetividade são outras características marcantes da alta Dominância. 

Cabe pontuar também que o Dominante não gosta de repressão, rotinas, normas e nem de receber ordens sem sentido. Seu foco é o resultado acima de tudo.

Paciência não é o forte de pessoas com alta Dominância

Mas e aí, o que motiva essa galera?

Para quem tem alta Dominância em seu sangue, não há motivação maior do que o sucesso.

Ser bem sucedida em qualquer projeto que abrace é muito estimulante para uma pessoa cujo fator Dominância é alto.

Ela gosta de deixar claro para as pessoas que a cercam o sucesso alcançado, evidenciando sua capacidade de realização e sua saudável competitividade. 

Pessoas com o estilo dominante acabam encontrando nos próprios desafios a motivação que as impulsiona a conquistar seus objetivos e fixar sempre novas metas.

Metas essas que, por sua vez, tornam-se ainda mais desafiadoras e motivadoras. Um verdadeiro loop de prazer pelo sucesso.

Jessica Pearson em Suits

Como se comunicar com alguém de alta Dominância?

Por serem diretos e desconfiados, lidar com pessoas Dominantes pode revelar-se um certo desafio caso você adote uma postura extremamente comunicativa ou passiva. 

Dependendo da intensidade do fator nessa pessoa, ela pode adotar um comportamento explosivo e prejudicar sua tentativa de aproximação.

Perfil da alta Dominância

Mas como ninguém é de ferro, existem formas de atrair a devida atenção desse grupo tão independente, gerando aquela sinergia que precisamos na equipe ou até mesmo fechando vendas com maior eficácia.

Comunicação Oral

Indivíduos com alta Dominância frequentemente não demonstram paciência em longas conversas.

Diálogos sobre assuntos pessoais e recheado de detalhes não os interessam muito — já que poderiam utilizar esse tempo para definir novos objetivos e alcançar resultados esperados.

Assim, busque adaptar sua comunicação para um estilo mais direto e enérgico.

Utilize verbos e seja claro o suficiente, enfatizando qual o objetivo do contato e os ganhos de cada parte.

Recursos visuais também são valiosos, se conveniente e possível. Os Dominantes gostam de praticidade, reagindo bem ao que chama atenção e oferece informações úteis e rápidas. 

Comunicação escrita

Do mesmo jeito que a comunicação verbal pode impactar um público de alta Dominância, um cuidado estratégico na escrita oferece ótimas oportunidades de atrair pessoas com perfil assertivo.

Aqui na ETALENT, por exemplo, criamos modelos de e-mail para leads e clientes cujo perfil comportamental tenham a Dominância destacada.

Modelo de Email personalizado
Exemplo de escrita voltada para um público de perfil dominante


Nele, o objetivo é fazer com que os alunos de nossas turmas de
Formação de Consultores DISC respondam um breve questionário de avaliação do treinamento que receberam.

Como sabemos que altos D consideram qualquer tempo valioso, a estratégia de comunicação passa por um texto curto e objetivo.

Por isso, busque demonstrar pouca intimidade e utilize palavras-chave como produtividade e tempo — preocupações constantes desse perfil.

Minha dica: sempre faça um alinhamento da escrita com clientes e parceiros de acordo com o fator DISC predominante.

Isso irá aumentar o engajamento do público (interno e externo) e melhorar a performance nas campanhas de comunicação da sua empresa.

Ferramentas como Mailchimp e Google Analytics, em parceria com a inteligência comportamental do Etalent Pro, podem turbinar seus conteúdos de acordo com o perfil do cliente.

Exemplos de alta Dominância

Destaquei duas personalidades que não deixam dúvidas sobre seu perfil Dominante — uma da vida real e outra da teledramaturgia.

Steve Jobs

Alta Dominância: Steve Jobs

Fundador da Apple, Steve Jobs poderia ter desperdiçado sua genialidade não fosse sua implacável determinação. 

O Perfil Dominante de Steve inspirou (e inspira até hoje) diversas lideranças pelo mundo. O que seriam dos iphones sem a ousadia e energia dele?

Harvey Specter

Alta Dominância: Harvey Specter

Um dos protagonistas da aclamada série Suits, o advogado Harvey Specter é um belo exemplo de Dominância bem aplicada ao mercado de trabalho.

Inquieto, independente e autorreferenciado, o sócio de uma das firmas de advocacia mais poderosas de Nova York não sabe o que é desistir de uma negociação.

Para Harvey, o importante é vencer. Sempre há um jeito de reverter a situação e conquistar o objetivo traçado. Te lembra algum fator DISC?

Cargos que dão “match” com os Dominantes

Apesar de não ser requisito obrigatório, pessoas de alta Dominância costumam sair-se bem em cargos de liderança — visto sua preferência por autonomia e poder.

Independente da hierarquia, os Dominantes são comumente vistos em posições como:

  • Diretoria Comercial
  • Diretoria Financeira
  • Coordenação de Novos Negócios
  • Gerência de Varejo
  • Consultoria de Vendas
  • Controladoria de Qualidade
  • Assistência em Expansão de Negócios
  • Governança

Cargos que exigem da pessoa uma boa tomada de decisões, automotivação, independência e iniciativa casam bastante com aqueles cuja Dominância se destaca no perfil comportamental.

O mais importante é que haja uma arquitetura de cargos prévia e o mapeamento comportamental dos talentos, já que o contexto organizacional influencia diretamente nas necessidades e atribuições de cada cargo.


Que tal aprender mais sobre os outros fatores?

E aí, se identificou como uma pessoa Dominante? Reconhece alguém com esse perfil no seu trabalho? Conte para a gente nos comentários.

Agora que você compreendeu a natureza dos indivíduos da alta Dominância, fica o nosso convite para conhecer profundamente os outros fatores em nossas turmas de Formação de Consultores DISC.

Confira o calendário e reserve sua vaga com um de nossos consultores

Aproveite e baixe o nosso e-book gratuito Guia Completo sobre a Metodologia DISC.

Compartilhe com seus amigos:


Deixe seu comentário: