Guia Completo Metodologia DISC

O departamento de recursos humanos tem assumido um novo papel dentro das empresas. Se antes a atuação era voltada aos processos burocráticos, hoje o planejamento estratégico de RH se transformou em uma necessidade para as organizações que desejam obter sucesso.

Isso porque o setor pode ser um grande aliado na hora de traçar objetivos e ajudar a alcançá-los por meio da atração, retenção e desenvolvimento do capital humano. Para entender um pouco mais sobre esse assunto, continue a leitura!

Valorização dos aspectos humanos

O planejamento estratégico de RH está preocupado em promover melhorias no bem-estar dos colaboradores e das equipes.

Um time satisfeito colabora para a manutenção de um clima organizacional mais agradável e, consequentemente, um ambiente de trabalho mais produtivo.

A valorização dos aspectos humanos inicia no próprio processo seletivo, em que os recrutadores estão focados nas competências técnicas, comportamentais e também nas pessoais. Assim, continua fazendo parte da empresa por meio de políticas de benefícios e pesquisas internas de satisfação.

Planejamento estratégico de RH: atração e retenção de talentos

A valorização dos aspectos humanos se reflete na atração e retenção de talentos, que costuma ser um processo bastante desafiador para as empresas.

Quando atua por meio do planejamento estratégico de Recursos Humanos, esse profissional consegue identificar o melhor local para encontrar profissionais qualificados, estabelecer políticas mais atrativas, bem como se antecipar em relação às demandas da empresa e do setor de atuação.

Valorização da comunicação interna

A comunicação interna é um elemento fundamental para que os processos possam se desenvolver da melhor maneira possível.

Além disso, contribui para que produtos e serviços sejam entregues dentro do prazo, pois estabelece, atende, bem como supera as expectativas da empresa e dos clientes.

Nesse sentido, é preciso assumir uma relação de transparência com os colaboradores. Afinal, eles são os responsáveis por dar vida aos projetos da organização.

Os objetivos precisam estar claros para todos, as metas devem ser tangíveis e qualquer modificação na estrutura ou até mesmo nas estratégias são informações de extrema relevância e que devem ser divulgadas.

Aqui, o RH assume o papel de canal de comunicação entre gestores e colaboradores. Dessa forma, garante que o fluxo de informações corra de ponta a ponta.

Visão sistêmica do negócio

O planejamento estratégico de recursos humanos exige que as empresas utilizem indicadores de desempenho para avaliar o andamento das suas atividades, rendimento dos colaboradores, grau de satisfação e outros dados que permitem uma gestão com mais acertos do que erros.

As principais métricas usadas para essas avaliações são:

  • índice de absenteísmo;
  • produtividade;
  • retorno sobre investimento;
  • percentual de assiduidade;
  • nível de satisfação da equipe.

Quando algum desses indicadores não são satisfatórios, os profissionais rapidamente podem agir na busca por um diagnóstico que minimize prejuízos e potencialize qualidades.

É importante reconhecer que elaborar e implementar o planejamento estratégico de RH pode ser uma tarefa bastante desafiadora. Por isso, o ideal é contar com ferramentas especializadas para auxiliar na gestão de pessoas.

Entre em contato com a ETALENT agora mesmo e descubra como podemos ajudar a contornar esses obstáculos.

Compartilhe com seus amigos:


Deixe seu comentário: