Sabia que o treinamento e desenvolvimento de funcionários influencia os resultados de empresas como a sua? Se tem alguma dúvida a respeito, saiba que a gestão e qualificação dos colaboradores trazem inúmeros benefícios em longo prazo.

Uma vez que os colaboradores estejam em constante atualização profissional, seu negócio ganha diferencial e competitividade, pois os gestores e sua equipe trabalharão na tendência de mercado, com estímulo e fortalecimento.

Para isso, é necessário elaborar um cronograma de qualificação com assuntos relativos à melhora da organização e usar as ferramentas disponíveis no mercado para auxiliar no desenvolvimento das competências de todos. Então, vamos continuar a leitura para aprender como se faz?

Por que o treinamento e desenvolvimento de funcionários na empresa é importante?

Realizar o treinamento e desenvolvimento da equipe permite que a organização tenha aumento de produtividade e motivação, além de obter, por parte dos funcionários, soluções e inovações referentes aos problemas do dia a dia. Ainda, ajuda na retenção de talentos porque eles se sentem valorizados, e isso chama mais atenção do que o salário e o ambiente laboral.

Consequentemente, há benefícios para todos de maneira surpreendente, visto que profissionais reconhecidos e atualizados têm mais entusiasmo no trabalho, tornando-se uma peça-chave para a empresa.

No entanto, muitas vezes o ensinamento encontra a barreira do tempo, pois, além de trabalhar, os colaboradores também têm seus compromissos pessoais. Por isso, para flexibilizar os horários e continuar promovendo o treinamento, as empresas têm buscado o ensino a distância. Sendo assim, ele oferece praticidade, otimização de recursos, uma nova experiência e a efetividade da aprendizagem, já que a metodologia é dinâmica e inovadora.

Por esses motivos, a gestão deve ter uma boa sintonia com o departamento de Recursos Humanos, para que todos se mantenham na tendência da área e possam aplicar o desenvolvimento corporativo de maneira eficaz.

Logo, uma das formas de garantir isso é utilizar ferramentas de treinamento em toda a organização, a fim de que a equipe tenha engajamento e competitividade para atingir os objetivos, o que resulta na criação de valor para a empresa e resultados na prática.

Quais são os benefícios do treinamento e desenvolvimento de funcionários?

Além dos ganhos financeiros, a aplicação do treinamento e desenvolvimento promove o engajamento, motivação e retenção, mas há outros benefícios que você verá a seguir.

Aumenta a produtividade

A produtividade é elevada porque os colaboradores estarão mais capacitados para realizar suas tarefas, ou seja, há um aumento na qualidade do trabalho, redução de erros e evita-se o retrabalho. Com isso, há menos tempo perdido com refação. Também, o time fica mais ágil para desempenhar as atividades, e o rendimento melhora.

Mantém os funcionários motivados

Os treinamentos estimulam a qualidade do serviço realizado, proporcionam retorno para o negócio e um feedback positivo dos empregados, já que se sentirão motivados para executar tarefas prazerosas para eles. Dessa maneira, serão promovidos e reconhecidos pelo bom trabalho, o que fará com que eles queiram investir na própria carreira, até mesmo individualmente.

Melhora o clima organizacional

Um ambiente de valorização e incentivo ao crescimento profissional, em que todos são tratados igualmente, facilita a interação entre os profissionais, independentemente da hierarquia. Isso quebra barreiras e possibilita constante crescimento e aprendizado, além da criação de vínculos e parcerias. Com um clima organizacional positivo, os trabalhadores geram ótimos resultados.

Incrementa os lucros

Ao investir no T&D dos profissionais, a organização se destaca perante os concorrentes, pois aumenta sua produtividade e reforça seu nível de inovação, uma vez que obtém alternativas de crescimento.

Porém, isso não está relacionado somente a cursos técnicos, e sim àqueles que dão suporte na contratação do talento ideal para o cargo, que melhoram a integração da equipe, promovem a cultura da leitura e incentivam o ensino a distância.

O objetivo é haver mais capital intelectual e a capacidade gerencial dos processos dentro da empresa seja aprimorada. Desse modo, os colaboradores conhecem opções de automação, softwares e recursos que visem à criação de ideias para aperfeiçoar os procedimentos internos.

Diminui as taxas de rotatividade

Com este sistema educacional, a equipe atua mais contente, passa a ter uma visão holística dos desafios do cotidiano do negócio e encontra maneiras de enfrentamento. Portanto, sua rotina se torna funcional e estimulante, o que favorece a satisfação com o emprego e vontade em continuar na função. Afinal, sempre há chance de aprendizado e perspectiva de promoção. Logo, há redução de turnover.

Reduz os indicadores de absenteísmo

O talento que está satisfeito com seu trabalho quer mantê-lo de todas as formas, então, ele não se atrasa para o serviço nem fica faltando por qualquer motivo. Pelo contrário, faz questão de mostrar sua importância para a função que exerce, demonstrando confiança e responsabilidade.

Promove o desenvolvimento de líderes de sucesso

Quando o departamento de RH recrutar talentos sairá em busca pelos melhores, o mesmo acontece dentro do ambiente laboral para formar líderes de sucesso que contribuam para o crescimento da equipe, uma vez que eles terão de solucionar os conflitos internos, contribuir para ter relacionamentos fortes e colocar a empresa em destaque no mercado.

Amplia a credibilidade da organização

Um time atualizado é capaz de soluções inovadoras, pois resolve os problemas com mais facilidade e autonomia. Esse diferencial reflete diretamente no desempenho dos funcionários, pois são dinâmicos e visam à satisfação dos clientes, gerando credibilidade, confiança e consolidação do negócio.

Como implantar um programa de treinamento e desenvolvimento na sua organização?

Quando se pensa em implantar a T&D em uma organização, em um primeiro momento ela até assusta, porque os gestores acreditam que seja uma prática complexa e que vai comprometer o andamento da empresa. Mas, não é dessa maneira. Sendo assim, vamos apresentar abaixo um passo a passo para que você possa implantar o programa.

Diagnóstico

Faça um levantamento das necessidades que seu negócio tem e das principais demandas que devem ser atendidas dentro do T&D. Analise quais habilidades precisam ser desenvolvidas pelos colaboradores.

Planejamento

Após o diagnóstico, comece o planejamento dos cursos e do orçamento, mas envolva os gestores e a equipe para que todos possam opinar e participarem do processo. Visto que o T&D é uma troca de ensino e aprendizagem e deve ser didático. Neste caso, insira atividades atrativas como palestras, workshop, oficinas, grupos de estudos, gamificação, entre outros, para que seja um momento de integração.

Implementação

Agora, implemente o cronograma, contudo, cuidado ao aplicá-lo. O treinamento deve buscar melhorias e novas práticas. À medida que for executando, ouça os principais envolvidos, ou seja, seus funcionários, para que tenha noção se o que foi planejado está dando resultados.

Avaliação

Após a realização do T&D, busque os feedbacks para avaliar quais foram os frutos colhidos do processo, se realmente conseguiu atingir o objetivo de aprimorar as habilidades. Essas respostas são relevantes para suas perguntas, de forma que seja feita uma autoavaliação e uma individual para verificar a eficácia do programa, do andamento das atividades e da atuação do time.

Qual a relevância de contar com uma empresa especializada para auxiliar no T&D?

O processo de ensino organizacional precisa ser visto como investimento. Dentro da lógica, entenda que a empresa vai preparar sua equipe, aprimorando as técnicas de cada um para manter a qualidade dos serviços oferecidos no mercado, bem como os relacionamentos internos. Porém, se ela precisar terceirizar o treinamento e desenvolvimento é necessário que escolha uma organização especializada e que dará o suporte indicado para que ela atinja suas metas e objetivos propostos.

Dessa maneira, é preciso avaliar os requisitos da especializada quanto ao seu nível de conhecimento, experiência e formação para que possa desenvolver as competências técnicas e comportamentais dos seus funcionários.

Outro detalhe importante é que o T&D precisa ser personalizado, pois cada time tem suas particularidades e o aprendizado depende dos conteúdos ministrados, já que haverá uma conexão entre a teoria e prática no dia a dia de suas funções. Por isso, o instrutor precisa ter experiência, metodologia adequada e saber envolver os alunos para que o aprendizado ocorra de diferentes formas.

Para garantir tais efeitos, deve haver uma jornada de aprendizado, com monitoramento dos aprendizes antes, durante e depois das aulas, a fim de fomentar a qualidade do ensino e sua absorção. Então, analise as falhas com os alunos, veja as práticas inadequadas e prepare um treinamento condizente. Por fim, ofereça um suporte que reforce o que foi ensinado, com o objetivo de auxiliar na memorização dos alunos por mais tempo.

Por fim, é fundamental acompanhar os resultados e verificar as reais melhorias no cotidiano da equipe. Por meio de tal análise, o time saberá que a qualidade do seu trabalho será mensurada e vai gerar impacto em outros setores para o sucesso da empresa.

Por esses motivos, investir em uma organização especializada é importante para que não corra riscos desnecessários e tome decisões erradas. Afinal, a qualificação do treinamento e desenvolvimento de seus colaboradores está nas suas mãos, bem como dos resultados que trará para sua empresa.

Diante do que foi apresentado neste artigo, agora você consegue compreender a importância do treinamento e desenvolvimento dos funcionários dentro da empresa? Afinal de contas, com eles é possível gerar um ambiente laboral de cooperação, fortalecimento, diálogo e de troca de experiências.

Interessou-se em saber mais? Assine nossa newsletter e receba em seu e-mail temas tão relevantes quanto este.

Compartilhe com seus amigos:


Deixe seu comentário: