Diariamente, o setor de Recursos Humanos nas empresas enfrenta o grande desafio de gerar resultados e atuar de forma estratégica. Felizmente, o avanço tecnológico permite que diversas ferramentas sejam usadas para melhorar o desempenho da área em suas muitas frentes. Contudo, poucas delas têm a capacidade de gerar uma revolução na gestão de pessoas como o conceito de People Analytics.

Esse conceito baseia-se na tecnologia de Big Data para gerar informações que podem influenciar radicalmente na gestão de pessoas e na melhoria da produtividade de toda a equipe. Tudo isso por meio de um aprofundado conhecimento de cada colaborador ou candidato.

Ficou interessado em saber mais sobre esse recurso? Então, continue lendo e entenda melhor o que é e como funciona esse conceito.

Entenda o que é People Analytics

Em linhas gerais, People Analytics é um processo por meio do qual se torna possível coletar, organizar e analisar dados e informações sobre o comportamento dos colaboradores.

A finalidade disso é identificar tendências e compreender aspectos distintos de grupos ou indivíduos, de modo a tomar decisões consistentes e estratégicas.

A correta aplicação desse conceito permite uma atuação efetiva no clima da organização, sendo possível analisar e criar ações para melhorar:

  • a gestão de pessoas;
  • a felicidade interna;
  • a criatividade;
  • a inovação dos times;
  • desenvolvimento de lideranças;
  • a motivação e a satisfação dos funcionários;
  • as estratégias de comunicação interna.

 Veja como o conceito funciona na prática

Com um software focado em People Analytics, é realizada a coleta de dados de múltiplas fontes, que podem ser:

  • redes sociais;
  • interações eletrônicas (como e-mail);
  • sistemas de gerenciamento de projetos;
  • app de mensagens;
  • relatórios de marketing e vendas;
  • pesquisas internas;
  • histórico de navegação.

Essa grande quantidade de dados forma a base para identificar o foco de problemas, pontos de melhorias, tendências de comportamento, causas de baixa produtividade ou desmotivação, desempenho real individualizado, baixa retenção de talentos e falta de engajamento.

Assim, o que o People Analytics faz é reunir uma massa gigantesca de dados, cruzar e analisar as milhares de variáveis e apresentar resultados de acordo com as necessidades de cada negócio.

Com isso, é possível traçar estratégias para atacar pontos críticos e melhorar o desempenho em diversas frentes – é um recurso cujas oportunidades de aplicação são imensas.

Veja quais são os principais benefícios do People Analytics

Até aqui, você aprendeu o conceito de People Analytics e pôde perceber a sua real importância para a sua organização. Agora, vamos ver quais são os seus principais benefícios?

Maior controle da empresa pelos gestores

A ferramenta possibilita uma grande geração de informação. Se a sua empresa souber utilizá-la para o seu sucesso, é possível identificar quais são as áreas que estão enfrentando dificuldades.

Assim, o gestor conhece melhor a realidade do seu setor e identifica no que é preciso melhorar, criando ações estratégicas eficazes.

Torna o RH muito mais estratégico

Sabemos que o setor de recursos humanos das organizações lidam com uma gama enorme de tarefas diárias. Por isso, utilizar a tecnologia ao seu favor permite torná-lo mais estratégico.

Isso significa que ele não precisa perder tempo resolvendo diversos problemas de comunicação interna, tentando adivinhar onde estão os principais problemas.

Encontra os melhores talentos, evitando excessos

Quando há uma nova vaga em aberto dentro da organização, o People Analitycs permite encontrar o talento ideal, porque já tem tabulado exatamente o que a empresa precisa.

Encontrar um funcionário ideal para determinado cargo é uma tarefa complexa, porque é necessário analisar o currículo, experiência, competências, habilidades e perfil.

Isso resulta, na maioria das vezes, em muitos gastos excessivos até encontrar o profissional ideal. Conforme falamos anteriormente, o People Analytics permite automatizar os processos de contratação por meio de algoritmos.

Utilizando os algoritmos adaptados para o setor de recursos humanos, é possível cruzar a imensa base de dados:

  • histórico de contratação;
  • perfil do candidato;
  • perfil dos funcionários que já estão inseridos na empresa;
  • objetivos da empresa e do cargo;
  • competências dos candidatos e funcionários.

Assim, fica muito mais fácil encontrar o talento ideal e, além disso, o programa permite analisar o perfil dos funcionários que já estão trabalhando na empresa. Dessa maneira, identifica se algum funcionário é apto para o cargo, sendo possível fazer uma reestruturação interna para promovê-lo.

Antecipa potenciais problemas

Quando a sua empresa investe em um bom nível de monitoramento da sua equipe, compreende o que acontece dentro de sua organização (suas oportunidades, ameaças, pontos fortes e fracos).

Assim, é muito mais fácil identificar os problemas que podem surgir e criar maneiras de prevenção. Isso garante uma maior vantagem competitiva.

Confira algumas dicas para implementar o conceito de People Analytics

A implantação de ferramentas para People Analytics envolve a participação de diversas áreas e pessoas na empresa. Veja algumas dicas para não ter problemas na hora de adotar essa prática:

Escolha a ferramenta certa para o seu negócio

Entenda primeiro suas necessidades imediatas e escolha um modelo de ferramenta que seja adequado ao seu negócio. Isso porque existem diversas plataformas que permitem a utilização do recurso.

Então, pesquise bem e busque entender o funcionamento completo antes de decidir.

Comunique a implantação de forma clara e transparente

Sabemos que todas as mudanças geram desconforto por parte da equipe. Isso porque o desconhecimento sobre ferramentas analíticas pode gerar desconfiança e resistência, dificultando sua implementação.

A melhor forma de evitar isso é fazendo uma comunicação clara, amigável e transparente, reforçando os benefícios que a novidade poderá trazer para todos.

Envolva todas as pessoas da organização

O sucesso da ferramenta depende do envolvimento de todos. Certifique-se de que todo o time de recursos humanos está engajado na implantação, busque integrar outras áreas, promova os benefícios e tire todas as dúvidas que surgirem.

Além disso, as ferramentas analíticas são indicadas para integrar as equipes, principalmente se você souber integrar o setor de marketing com o de recursos humanos: com base nos dados apresentados, é possível criar ações de comunicação interna de melhoria contínua e motivação.

O grande conceito por trás dos princípios do People Analytics é bem simples: as pessoas são o bem mais valioso de uma empresa e a forma de geri-las impacta diretamente nos resultados do negócio. Assim, quanto mais as conhecemos, melhor podemos atuar junto a elas, desenvolvê-las e engajá-las, refletindo em competitividade e maior visibilidade da sua marca.

E você, o que achou dessa ferramenta? Se você gostou do nosso conteúdo, aproveite para nos seguir nas redes sociais (estamos presentes no FacebookInstagramTwitter e LinkedIn) e acompanhar mais matérias sobre a gestão de pessoas!

Compartilhe com seus amigos:


Deixe seu comentário:

Como encontrar o melhor candidato para sua vaga | Ebook Grátis